quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Prefeitura remove moradores em área de risco para casas do programa Minha Casa Minha Vida

A Prefeitura de Parnaíba removeu famílias em situação de risco social, para suas novas casas em definitivo, localizadas no conjunto Rosápolis. Todas as famílias foram cadastradas pelo município no programa do Governo Federal Minha Casa Minha Vida e a entrega das chaves aconteceu na manhã desta quarta-feira, (17) no próprio conjunto residencial. 
As primeiras 28 famílias removidas eram antigos moradores da região de um barreiro no bairro São Vicente de Paula, considera área de risco, conviviam em abrigos mantidos pela Prefeitura.
Os trabalhos de remoção das famílias estão sendo coordenados, pela secretária de regularização fundiária, Ana Claudia Pereira com a participação da equipe da Secretaria, Conselho de Assistência Social, forças de segurança incluindo policias Militar e Federal, agentes de transito e da Guarda Civil do município, para garantir a integridade e transparência de todo o processo.
A secretária diz sentir-se contente com essa primeira etapa, que demandou empenho e dedicação do Prefeito Florentino Neto para que hoje possamos ver concretizado o sonho dessas famílias em ter um ambiente digno de conforto. Os trabalhos serão concluídos nesta quinta feira, onde serão removidas 41 famílias da Rua A, no bairro Frei Higino, para suas novas casas do Programa Minha Casa Minha Vida.
Ainda de acordo com informações da secretaria responsável pela ação, será feito também o acompanhamento das famílias de forma permanente incluindo equipes de assistentes sociais e Conselho de Assistência Social, que juntamente a ações da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (Sedesc) esse atendimento será ampliado, tanto com o acompanhamento familiar como com orientações de cidadania.

Divulgada lista de médicos selecionados para especialização sobre residência médica no Sus

A Secretaria da Saúde de Parnaíba (Sesa) informa que foi divulgada a lista dos profissionais médicos selecionados para a especialização em preceptoria para residência médica no Sus. 

A avaliação cognitiva será realizada em Parnaíba dia 20 de dezembro, no laboratório de Informática da UFPI, localizado atrás do auditório da instituição. A Sesa adverte aos selecionados que devem chegar ao local da prova com pelo menos meia hora antes do início marcado.

Profissionais selecionados para a especialização em preceptoria para residência médica no Sus:

  1. ALANE AZEVEDO BRITO
  2. ALLAN CAVALCANTE OLIVEIRA
  3. ANA CECILIA DE SEIXAS SANTOS
  4. ÂNGELO PÁDUA REIS
  5. ANTONIO MARÇAL DE SOUSA VAL
  6. ANTONIO PAULO DE SOUSA MENDES
  7. BRENNO DINIZ CAVALCANTE
  8. BRUNA CRUZ BELO
  9. ÉRICA DE ARAÚJO SILVA MENDES
  10. IGOR MELLO COSTA
  11. ISABELLA DEMES CARVALHO
  12. JOANA RITA CORREIA GOMES
  13. JOÃO MARIA CORRÊA FILHO
  14. JOAO RUBENS AGOSTINHO ROLIM
  15. KARINA RODRIGUES DA SILVA
  16. LARISSA CLARET DE LIMA
  17. MARCOS AURÉLIO LIMA BARROS
  18. RAÍSA COSTA CAFÉ DE OLIVEIRA
  19. ROSSANA OLIVEIRA AMORIM DE SÁ
  20. THIAGO SANTOS LIMA ALMENDRA
  21. VÂNIA CRISTINA COSTA DE VASCONCELOS LIMA
  22. WILSON SANTANA DE OLIVEIRA
  23. WILTON MEDEIROS DE ASSUNÇÃO

Superintendência de Comunicação

PSDB surta de vez e pede cassação de Dilma e diplomação de Aécio como presidente

Minutos antes do início da cerimônia de diplomação de Dilma Rousseff (PT), o PSDB pediu nesta quinta-feira (18) ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) a cassação do registro de candidatura da presidente reeleita e do vice, Michel Temer (PMDB).
Além disso, os tucanos solicitaram que o tribunal diplome Aécio Neves e Aloysio Nunes para os cargos de presidente e vice-presidente da República, respectivamente.

Segundo os oposicionistas, Dilma deve perder a Presidência porque fez uso da máquina administrativa e praticou abuso do poder econômico durante a campanha. Para o partido, estas supostas práticas "comprometeram a legitimidade das eleições".
Os tucanos usam como exemplos de supostas irregularidades "a convocação imprecisa de redes de rádio e televisão para pronunciamentos, a manipulação de indicadores sócio-econômicos, o uso de prédios públicos, entre outros."

Antes da cerimônia de diplomação, marcada para começar às 19h na sede do TSE, em Brasília, o presidente do PT, Rui Falcão, minimizou o recurso. "Deixa a oposição criar seus factoides."

O tribunal não tem data para julgar o pedido, e a diplomação de Dilma irá ocorrer normalmente.

Alunos mais pobres ampliam presença em universidades públicas

A participação dos 20% mais pobres da população brasileira na universidade pública aumentou quatro vezes entre 2004 e 2013, segundo a Síntese de Indicadores Sociais. De acordo com a pesquisa, esses alunos representavam 1,7% do total em 2004 e passaram a ser 7,2% em 2013.
Ao mesmo tempo, a participação dos 20% mais ricos caiu de 55% para 38,8% no período. O mesmo fenômeno ocorreu nas universidades privadas, em que a participação dos 20% mais ricos caiu de 68,9% para 43%, enquanto a dos mais 20% pobres cresceu de 1,3% para 3,7%.

"Houve políticas de ampliação de vagas e outras [medidas] como o ProUni [Programa Universidade para Todos] e as cotas, mas também houve aumentos da renda e da escolaridade média [do brasileiro]", disse a pesquisadora do IBGE Betina Fresneda.

Houve ainda redução da distorção idade-série dos jovens de 15 anos a 17 anos, o que significa que um número maior de alunos está cursando a série adequada à sua idade, isto é, o ensino médio. Se em 2004 apenas 44,2% dos alunos dessa faixa etária estavam no ensino médio, em 2013, o percentual subiu para 55,2%.

Aqueles, nessa idade, que ainda estão no ensino fundamental caíram de 34,7% para 26,7% no período. O número de jovens que não estudam também diminuiu de 18,1% para 15,7%. "Ainda há atraso, que é reflexo do problema que vem desde o ensino fundamental", explica Betina.

Avaliação do governo Dilma segue estável apesar de Petrobras, mostra CNI/Ibope

A avaliação do governo da presidente Dilma Rousseff segue praticamente estável em dezembro, apesar da forte repercussão entre a população do escândalo de corrupção na Petrobras, mostrou pesquisa CNI/Ibope neste quarta-feira.
Se a avaliação segue praticamente estável, Dilma viu sua popularidade aumentar, com números melhores tanto na aprovação na maneira de governar como na confiança que a população tem na presidente, segundo levantamento encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), o primeiro do Ibope após a eleição presidencial de outubro.

Ainda assim, sua popularidade é a mais baixa de um presidente reeleito no final de seu primeiro mandato. Luiz Inácio Lula da Silva encerrou seus primeiros quatro anos com 71 por cento de aprovação à sua maneira de governar e Fernando Henrique Cardoso com 61 por cento.

Para o gerente-executivo de Pesquisa e Competitividade da CNI, Renato da Fonseca, a subida na popularidade de Dilma é equivalente ao movimento que ela apresentou na disputa pela reeleição neste ao.

"No meio da eleição você começa a ouvir o que tem de positivo e o que tem de negativo", disse Fonseca. "A sociedade vai balancear isso e creditar o que é mais importante entre uma coisa e outra para fazer a avaliação do governo."

Fonseca ressaltou, porém, que Dilma não conseguiu recuperar o patamar de aprovação e de popularidade antes das manifestações de meados do ano passado.

A avaliação ótima/boa do governo passou para 40 por cento em dezembro, ante 38 por cento em setembro, segundo o levantamento.

Juiz que ordenou prisão de funcionários da TAM no Maranhão é afastado

O juiz Marcelo Baldochi, titular da 4ª Vara Cível de Imperatriz, a 727 km de São Luís, foi afastado de suas funções por abuso de poder, após dar voz de prisão aos funcionários da TAM que o impediram de embarcar por ter chegado atrasado. 
A decisão pelo afastamento do magistrado foi anunciada na manhã desta quarta-feira (17), no Tribunal de Justiça, após a conclusão da sindicância da Corregedoria de Justiça do Maranhão que apurava a conduta do magistrado. Ele poderá recorrer, mas permanecerá afastado do cargo até uma nova decisão.
O G1 entrou em contato com o Tribunal de Justiça do Maranhão que ficou de retornar para esclarecer se o juiz, mesmo afastado, continuará recebendo o salário. Entramos em contato também o juiz Marcelo Baldochi que preferiu não se pronunciar sobre o afastamento.

O caso do juiz não será encerrado com esta decisão. Agora será aberto um processo administrativo disciplinar para a investigação final sobre este caso e outras denúncias que a sindicância recebeu em relação a Marcelo Baldochi.

O prazo para conclusão das investigações da comissão é de no máximo 30 dias, mas a ideia é que o relatório seja entregue antes do fim de ano.

Entenda
Três funcionários da TAM foram mandados ao Plantão Central da Polícia Civil de Imperatriz após receberem ordem de prisão do juiz. Segundo depoimento prestado pelos funcionários na delegacia, o magistrado teria ordenado a prisão dos funcionários ao ser impedido de entrar em uma aeronave, minutos após os procedimentos de embarque serem encerrados.

Em 2007, Marcelo Baldochi assinou um termo de ajustamento de conduta em que se comprometeu a não maltratar os empregados e pagou R$ 38 mil em direitos trabalhistas. Na época, o Conselho Nacional de Justiça determinou que o Tribunal de Justiça do Maranhão abrisse processo administrativo contra o juiz, mas uma liminar do Supremo Tribunal Federal suspendeu a decisão.

Sindicato denuncia situação precária de delegacias no Piauí

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Piauí (Sinpolpi), Constantino Júnior, falou nesta quarta-feira (17) sobre a falta de estrutura enfrentada pela categoria no estado. Entre os vários problemas denunciados pelo presidente estão as péssimas condições estruturais da Central de Flagrantes de Teresina. Segundo ele, o teto do local está totalmente deteriorado.
“Hoje todo o teto da Central de Flagrantes, que é de amianto, está quebrado em razão de uma tentativa de fuga. Se der uma chuva forte a Central ficará inundada”, disse Constantino. Ele informou ainda que o local é insalubre e que atualmente se encontra lotado de presos custodiados. “A Central virou um verdadeiro cadeião”, completou.

Constantino falou que a situação também é precária nos municípios do interior do estado. “Na cidade de Picos os imóveis que são de propriedade da Secretaria de Segurança estão abandonados há mais de 12 anos, enquanto isso a administração pública paga um aluguel caríssimo para toda a estrutura da Polícia Civil funcionar numa residência”, falou o presidente acrescentando que a casa está condenada pela vigilância sanitária.

De acordo com Constantino, em Parnaíba a situação da Central de Flagrantes também é caótica. “Além das delegacias que não atendem as necessidades da população, nós temos a Central de Flagrantes onde a última reforma foi na década de 1990”, disse. Diante da situação, o presidente do sindicato diz que é difícil a polícia desenvolver um trabalho adequado.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

OPINIÃO: Zé Filho com o Governo do Estado falido tenta autopromoção com o desrespeito às Leis

Estou pasmo com a atitude ilegal e arcaica do governador Zé Filho de querer se autopromover espalhando faixas padronizadas  nas ruas asfaltadas pelo GOVERNO DO ESTADO.
Também fiquei curioso pra saber se as faixas de autopromoção de Zé Filho foram custeadas com dinheiro público.

Ora, tal atitude além de ferir o Código de Postura do Município por colocar faixas em canteiros e logradouros públicos sem autorização, ainda fere a nossa Constituição, mais precisamente o Principio Constitucional da Impessoalidade, que veta o administrador promover seu nome em cima de obras construídas com dinheiro público.

Está nítido o desrespeito com o Código de Postura do Município e com a nossa Carta Magna. E é nessas horas é que eu me pergunto aonde está o Ministério Público que não manda recolher estas faixas.

A não ser que os Princípios Constitucionaisnão necessitem mais ser zelados.
Com a palavra o Ministério Público ou quem se achar no direito.
Por Marcio Bikanca
Chamada Geral

Para garantir a segurança prefeito Florentino Neto assegura o combustível da Polícia Militar em Parnaíba

O racionamento de combustível para as viaturas da Polícia Militar do Piauí chegou a metade. A polícia estava parando gradativamente. No entanto, esta manhã as guarnições da Companhia Destacada de Policiamento Comunitário Ronda Cidadão e outras viaturas pararam de vez por conta da falta de combustível.
Por dificuldades financeiras, o Governador Zé Filho teve que reduzir a verba para abastecimento dos carros da polícia e chegou a faltar. Mas para garantir a manutenção da segurança do município, a Prefeitura de Parnaíba passou a bancar a gasolina da Polícia Militar na tarde de terça-feira (16/12) até que a situação se normalize.

Diante disso, houve um entendimento entre o 2º Batalhão de Polícia Militar do Piauí e a Superintendência de Articulação com as Forças de Segurança, onde o abastecimento de combustível foi assegurado. Este era o obstáculo que já começava a comprometer a atividade ostensiva policial e, consequentemente, a segurança do cidadão de Parnaíba.
Proparnaíba
Chamada Geral

Comissão Técnica divulga resultado final de contemplados nos editais de patrocínio

A Prefeitura Municipal de Parnaíba homologou nesta segunda-feira, dia 15 de dezembro, o resultado final da seleção pública de projetos de patrocínios submetidos aos Editais R. Petit de Apoio à Cultura e ao Edital Pedro Alelaf de Apoio ao Esporte. 
 
No ato da homologação levou-se em consideração os prazos previstos em edital e as fases de habilitação, avaliação e seleção promovidas, respectivamente, pela Comissão Técnica de Habilitação de Projetos e pelas Comissões de Avaliação e Seleção.

As Superintendências de Cultura e Esporte contactarão os selecionados que terão um prazo de até quinze dias para apresentarem sua documentação tributária e fiscal. Outras dúvidas poderão ser esclarecidas no momento do contato.
 

Tucano é cassado. Cadê a mídia?

No domingo passado (7), o empresário Omar Najar (PMDB) venceu as eleições para a prefeitura de Americana, município com 226 mil habitantes no interior de São Paulo. A mídia chapa-branca, servil ao governador Geraldo Alckmin, deu pouca atenção para o pleito fora de época. 
O motivo é simples: o prefeito Diego De Nadai, do PSDB, foi cassado por graves denúncias de corrupção. Na sua seletividade, a chamada grande imprensa, sempre tão “neutra e imparcial”, prefere encobrir escândalos envolvendo caciques tucanos. As manchetes são garrafais apenas para os políticos de esquerda. Desta forma, a mídia hegemônica estimula na sociedade o ódio doentio, quase fascista, ao PT e ao chamado “lulopetismo”.

Durante várias semanas, a cidade de Americana ficou acéfala. Na ausência do prefeito, sacos de lixos se acumularam nas ruas, prontos-socorros ficaram fechados e a merenda não foi entregue nas escolas. A população sofreu e os protestos viraram rotina no município, a 127 quilômetros da capital paulista. Os jornalões e as emissoras de rádio e televisão, porém, não deram maior atenção a este sofrimento. O prefeito cassado sempre foi ligado ao governador Geraldo Alckmin. Sua cassação foi uma verdadeira novela, apesar das provas de irregularidades na prestação de contas da eleição de outubro de 2012. Desgastado, o PSDB preferiu não lançar candidato e, oportunista, apoiou o industrial eleito. Pobre Americana!

São inúmeros os casos de políticos tucanos cassados ou envolvidos em corrupção que não merecem as manchetes da mídia “imparcial”. Em abril passado, o governador Siqueira Campos, do Tocantins, renunciou ao cargo para escapar da cassação. Pesavam sobre o histórico chefão do PSDB várias denúncias de desvio de recursos do Estado. A renúncia foi uma manobra para garantir a candidatura de Eduardo Siqueira Campos, filho do tucano, ao governo estadual. Ele justificou a manobra alegando que a medida foi tomada “com o propósito de continuar servindo ao bravo povo tocantinense, respeitando as normas sobre inelegibilidade definidas pela Constituição Federal”. A mídia nunca fez alarde com este caso bizarro!

Policiais civis e militares viram celebridades no Piauí

Comandantes, subcomandantes da Policia Militar e delegados da Policia Civil do estado do Piauí, responsáveis pelo aparato de segurança pública no estado do Piauí passam em média 15 minutos diante das câmeras de televisão comentando segurança pública e dando dicas de segurança, quando deveriam estar nas ruas comandado a tropa e coordenando as ações da Polícia Civil. 

É tão grande à presença de policiais na televisão que tem apresentador que trata comandante pelo apelido. Isso revela intimidade entre o apresentador de TV e o policial.

A secretaria de Segurança Pública deve escolher um porta voz para que fale em nome dessa secretaria e que seja adotada a unificação do discurso. É que hoje a Policia Civil fala uma coisa e a Policia Militar fala outra. Já que as duas policiais estão subordinadas a uma única secretaria - é importante que todos falem uma mesma língua. 

A disponibilidade de tempo dos policiais para concederem entrevista e como uma violência sempre crescente dá e sustenta à audiência das emissoras de TV e rádio os policias são sempre muito requisitados darem entrevista.

A propósito: o capitão da Policia Militar Fábio Abreu de tanta exposição na mídia acabou se elegendo de maneira surpreendente deputado federal, logo na primeira vez que se candidatou. (Blog Dom Severino)

OPINIÃO: Justiça com as próprias mãos

A política de “fazer justiça com as próprias mãos” nunca esteve tão presente nas ruas de Teresina nos últimos meses. Revoltados com a insegurança reinante, populares detêm e espancam criminosos até a morte, uma violência que ganha fortíssima repercussão social, afinal o linchamento é “barbárie” e não deveria existir em pleno século XXI.
Mas, por que de tanta indignação? Se isso é coisa da Idade Média, também entendo como reflexo dos altos índices de violência, onde a omissão das autoridades agrava ainda mais a situação tanto pelo descaso no sistema da Segurança como na falta de estrutura do Judiciário, um “prende e solta” à semelhança da briga do “gato e rato”, colocando a sociedade diante de uma encruzilhada em que a saída é o “matar ou morrer”, “ganhar ou perder”.

Inquestionavelmente, a violência é o mais grave problema da atualidade. Estamos caminhando para um obscuro campo de batalha, onde a vida é debelada de várias formas, quer pelo bandido como pelo cidadão. E somente percebemos a gravidade quando o crime bate à nossa porta, tudo por força e conseqüência de inúmeros problemas de ordem econômica, social, cultural e política.

Recentemente, em uma conversa com um amigo em um shopping de Teresina, falávamos de que ao longo dos últimos anos nossas autoridades começaram a transferir responsabilidades, deixando a impressão de que a sociedade é culpada pela violência reinante. Omissas, ao invés de cumprir suas missões legais e constitucionais, passaram a pregar que a família, por exemplo, tem também responsabilidade pela violência descontrolada. Com isso, tentam justificar a ausência do Estado no combate à criminalidade, transferindo o enfrentamento às drogas, à prostituição infantil e à desfiguração da adolescência e da juventude para os fragilizados grupamentos familiares, esquecendo-se de que a afronta ao direito à cidadania está na omissão das autoridades públicas, na impunidade e na ausência de uma política de segurança pública.

Com uma sociedade de maioria cristã, a vida é uma dádiva divina. E quando é ceifada pelas forças do mal ficamos todos indignados pelo descaso das autoridades em agir em defesa da vida, da cidadania e da propriedade. Daí, o linchamento, a “barbárie”, a vingança com as próprias mãos, a reação que não suporta mais tanta omissão.

Diante do quadro que estamos vivenciando, é fácil perceber que o fator sócio-familiar não é o único criador de violência e de criminalidade. A moralidade institucional também é o cerne da questão. E isso está mais do que provado e comprovado. A credibilidade na Segurança e no Judiciário está de tal forma afetada que o(a) cidadão(ã) perdeu a confiança na punição dos criminosos, que se antes era de forma velada agora fica plenamente externada pelo “matar ou morrer” frente à defesa da vida, nascendo o linchamento como forma de punição ao crime.
 
Copyright (c) 2008-2010 FerramentasBlog.com | Tecnologia do Blogger | Sobre LemosIdeias.com | Não são autorizadas obras derivadas.