terça-feira, 25 de novembro de 2014

O que leva uma pessoa aparentemente normal a matar?

Caso semelhante aconteceu em Parnaíba, o empresário Edilson 
Morais Brito atirou na própria esposa e no proprietário da 
agência Clip Turismo, e logo em seguida cometeu suicídio.
O que leva uma pessoa aparentemente normal a matar? Os noticiários estão repletos de notícias sobre pessoas que sempre tiveram bom comportamento perante a sociedade e que, no entanto, num momento de desequilíbrio mental, agiram como loucas, matando por ciúmes, dinheiro, separação, rejeição etc. 
Já não bastava o alto índice de psicopatas que matam para usurpar bens alheios, ainda temos de nos cuidar com pessoas que podem fazer parte da nossa convivência diária.

Li o livro Os Olhos de Laura, do psicanalista e psiquiatra J. D. Nasio, no afã de entender a sistemática de um fenômeno psicótico. No livro, o autor diz que todos somos loucos em algum recanto de nossas vidas, que ninguém está livre, mesmo sendo sadio, de agir cegamente quando rompe, de uma maneira ou de outra, com a realidade. E essa loucura pode ser apenas passageira, limitada a um único aspecto da vida de um sujeito normal.

Num doente psicótico, essa ruptura com a realidade é perceptível através de comportamentos bizarros e perigosos. Já num sujeito normal, pode se manifestar por excessos ocasionais, em atitudes incoerentes quando se vê atingido por situações de perda ou de rejeição (dinheiro, cônjuge, filhos, doença, trabalho etc.).

Neste caso, há sempre a justificativa que o outro foi o responsável pelo sofrimento dele. Isto é notado através do que geralmente costuma ocorrer: o louco ocasional raramente tira a própria vida. Ele tenta eliminar a quem julga ser o responsável pelo seu sofrimento. Conforme Nasio: “A mente cega curva a realidade à sua ideia (microdelírio circunscrito e ocasional), ao invés de submeter sua ideia à realidade”.

E por que isso acontece? Por que uma pessoa normal pode ter esses efêmeros microdelírios?

Já que podemos ser loucos a qualquer momento, é importante saber o que pensa o psicanalista. Ele afirma que, ainda que equilibrada, uma pessoa pode ter escondida, em algum lugar de seu inconsciente, uma fantasia ou trauma que pode explodir num acesso de loucura quando confrontada com a realidade.

Num trecho do livro ele relata que, ao término de uma consulta, ele encontrou, à saída de seu consultório, a paciente que recém havia atendido. Ela estava aos prantos. Numa primeira impressão, ele pensou: “Vi alguém chorar”; todavia, corrigiu-se a tempo: “Não vi alguém chorar, vi olhos chorarem”. Ele quis dizer que foi impossível, naquele momento, perceber a emoção em estado puro daquela pessoa, a qual somente seria possível quando essa emoção fosse destacada de quem a estava vivendo, perscrutando os recônditos de sua mente.

Eu gostei da analogia do Nasio entre um ser humano e o doce chamado mil-folhas, doce feito de várias camadas, a qual ele vem expondo desde 1979. Todos nós somos uma pluralidade de pessoas psíquicas, onde vários estados subjetivos, sadios e doentes, coexistem. Não é à toa que, às vezes, dormimos com pessoas felizes e sorridentes e, no dia seguinte, acordamos com criaturas azedas e intratáveis.

Acreditamos ser “um”, quando, conforme Nasio, somos “vários”. E entre os “vários” que nos compõe, um está sob o domínio de uma fantasia venenosa.

Por medo de calote, empresas interrompem serviços na Secretaria de Educação do Estado

Quem denuncia é o secretário de Educação do Estado, Alano Dourado. A paralisação dos serviços prestados estaria prejudicando, por exemplo, o transporte de alunos para as escolas estaduais.

Alano afirma que as contas da Secretaria com as empresas de transporte da Educação estão em dia e em situação melhor ou igual a quando o governador Zé Filho assumiu o Governo do Estado.  

O secretário culpa também o processo burocrático em que muitas empresas deixam de apresentar a documentação em tempo hábil, por isso não receberam ainda seus pagamentos. (Por: Elisabeth Sá)

Pela segunda vez, Zé Filho adia a entrevista coletiva

Devido à tragédia que aconteceu na tarde desta segunda-feira (24), na cidade de Parnaíba (terra Natal do governador), quando morreram os empresários Mateus Portela, Edilson Morais Brito e sua esposa, Maria do Socorro, o governador Zé Filho decidiu adiar a entrevista coletiva que iria acontecer nesta terça-feira (25), no Palácio de Karnak.

O governador estará em Parnaíba para acompanhar os funerais nesta terça. A Coordenadoria de Comunicação Social do Governo do Estado, não informou a nova data para a entrevista.

A tão esperada fala do gestor era para ter acontecido na semana passada, mas foi adiada pois o atual governador resolveu esperar o governador eleito, Wellington Dias se pronunciar primeiro.

Na ocasião, Zé filho terá muito o que responder aos jornalistas, tendo em vista que o Estado enfrente uma crise financeira e o mesmo não concede uma entrevista desde que perdeu as eleições em outubro. (Lucas Pereira/Teresina Diário)

Novo Troca-troca será aberto ao público a partir de segunda-feira (01)

Após os trabalhos de desocupação da Praça da Santa Casa, iniciados no último sábado (22), trabalhadores autônomos que foram beneficiados com a doação de boxes no Novo Troca Troca, começam a se organizar para iniciar o atendimento ao público na próxima segunda-feira, dia 1º de dezembro.
O espaço construído na Rua Conde D’eu, nas proximidades do Mercado da Quarenta, possui mais de 70 espaços divididos entre alimentação, prestação de serviços e venda de mercadorias. 

As ações em prol desta melhoria, começaram com o cadastramento dos vendedores ambulantes do centro, e a partir dos dados, foi desenvolvido um projeto que atendesse a demanda dos trabalhadores e consumidores. Os boxes têm uma estrutura de alvenaria, telhado, portas, segurança e banheiros.
Superintendência de Comunicação

CONTAS PÚBLICAS: TCE proíbe que presidente do Iapep use dinheiro para pagar débitos

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) proibiu nesta segunda-feira (24) que o presidente do Instituto de Assistência e Previdência do Estado do Piauí (Iapep), Aloísio Luz, use os recursos dos empréstimos consignados de funcionários para pagar contas do Estado. 

Segundo informações coletadas no TCE, a decisão foi unanime durante votação entre os conselheiros.

A irregularidade foi constatada após uma vistoria feita pela equipe de transição de governo do Tribunal. De acordo com o TCE, o dinheiro estava sendo descontado da folha de pagamento dos servidores e não estava sendo repassado para as empresas credoras.

Desta forma, os servidores ficam com despesas em aberto no sistema, como devedores e não há como saber se a culpa é dos funcionários ou do Estado.

Essa atitude é considerada pelo TCE uma apropriação indébita e caso o presidente do Iapep desobedeça à decisão, Aloísio Luz será julgado por crime responsabilidade. (PortalAZ)

Piauí, um estado acéfalo e quebrado

A situação administrativa e financeira do estado do Piauí pode ser classificada como critica, haja vista a paralisação de algumas áreas do governo, por falta de recursos e a falta de animo das autoridades de um governo que vive os seus estertores.

Uma situação já bastante grave tende a ficar mais grave ainda, tendo em vista a decisão de algumas categorias de declarar greve por tempo indeterminado, após o governo tomar a decisão de não cumprir o pagamento de uma parcela do reajuste de salários reescalonados no governo passado.

Sem dinheiro para pagar o fornecimento de combustível, as viaturas das policias civil e militar estão paradas nos pátios das delegacias e quartéis.

As escolas de tempo integral na capital e no interior do estado estão paralisando as suas atividades, devido a falta de alimentos para os alunos e professores. 

A violência explodiu nos últimos meses, haja vista, as condições precárias de funcionamento das delegacias de policia, por causa da falta de dinheiro para a aquisição de material de expediente e para a compra de peças reposição dos veículos e gasolina.

Não há exagero em afirmar que a situação do estado do Piauí é de extrema gravidade. Uma situação caótica.

A AGESPISA, a ELETROBRAS-PI e a violência derrotaram o Zé

Outros fatores também contribuíram para a derrota humilhante sofrida pelos candidatos Zé Filho (PMDB), Silvio Mendes (PSDB) e Wilson Martins (PSB) nas eleições de 2014, mas os que tiveram um papel decisivo nas derrotas desses três políticos piauienses, foram as empresas AGESPISA S/A, ELETROBRAS-PI e a onda de violência que tomou conta do estado do Piauí nos últimos cinco anos. Nesta ordem.

Com os problemas criados por essas duas empresas que prestam dois serviços essências ao piauiense e que continuam sem solução, se o futuro governador não agir com urgência e presteza no sentido de resolvê-los logo nos primeiros 100 dias de governo, o consumidor desses dois tipos serviços perderão logo a paciência com o novo governador.

O problema da violência,  da interrupção constante do fornecimento de energia e água que intranquiliza a população local e afugenta potenciais investidores, também não pode continuar no nível que está.

O governador Wellington Dias não pode transigir com a AGESPISA, a ELETROBRAS-PI e com a violência. (por Dom Severino)

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

TRAGÉDIA EM PARNAÍBA: Após atirar na esposa e no proprietário da agência Clip Turismo Edilson Morais Brito comete suicídio

Apos atirar na esposa e no empresario, Edilson Morais Brito cometeu suicídio
Dois homicídios e um suicídio aconteceram após um desentendimento entre proprietários de agências de viagens de turismo por volta das 17h30 desta segunda-feira (24/11) no Complexo Turístico Porto das Barcas, no centro de Parnaíba.
Mateus Portela foi assassinado com dois tiros
As primeiras informações da Polícia Militar são de que o proprietário da agência de viagens Morais Brito, o senhor Edílson Morais Brito, 53 anos, entrou em seu empreendimento após uma discórdia e efetuou disparos com um revólver de calibre 38 contra Mateus Portela, 27 anos, que é filho do proprietário da agência Clip Turismo.

A esposa de Edílson, a senhora Socorro Brito, 47 anos, tentou intervir, mas também foi baleada e morreu no local dentro da agência.  Mateus foi levado para o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA); enquanto Morais Brito se escondeu no banheiro do Restaurante Rios e foi localizado por policiais da Força Tática.

Ele estava com a arma na cabeça, mais precisamente na nuca, e apesar de um policial amigo seu ter insistido para que desistisse, atirou contra sua cabeça. Poucos instantes de chegar ao HEDA, levado pelo Corpo de Bombeiros Militar, Morais Brito morreu.

Mateus teve duas paradas cardiorrespiratórias e acabou morrendo também. Ele passou por uma intervenção cirúrgica por conta de uma veia rompida do coração.
Segundo o tenente coronel Costa Lima, as razões das mortes ainda são desconhecidas. A delegada Maria de Jesus e o delegado Arthur Leal foram até o local do ocorrido de onde o IML removeu para o Posto Avançado.  Os corpos já estão sendo periciados.

PARNAÍBA INVISÍVEL: Meu nome é José Ivan Araújo

Meu nome é José Ivan Araújo, fiz agora em outubro que passou, 40 anos.

A minha vida é assim: o meu ramo era de roça, trabalhava de roça com meu pai desde pequeno, aí vim lutando. 

Aí tem serviço pesado que a gente trabalhava sobre esse negócio de derribar palha verde, que é outro serviço perigoso. 

Aí foi o tempo que arranjei uma mulher e fiquei naquela luta, e nada de arrumar emprego.

Aí até teve um companheiro meu que passou na minha casa e perguntou se eu tinha os documentos todos, aí eu falei: Tenho sim! E ele disse: rapaz, quer trabalhar não, de carteira fichada? Aí eu disse: Rapaz, eu quero é muito. 

O que a gente faz é serviços gerais. Aí, aqui é assim a gente varre, ajunta, revesando, né!? A gente ajunta dois dias, o outro ajunta dois dias, e é assim.

Graças à Deus, vou fazer 5 anos e eu espero levar até mais na frente. Porque a gente tando trabalhando com o diretos da gente é bom demais! Porque na rua se a gente pegar uma pancada ninguém não ganha nada, e de carteira fichada não, você tem seu direito. Se a gente adoece fica por aquele local, aquele que a gente chama a perícia. 

É perigoso trabalhar a noite porque têm muitos que lutam pra atrasar a gente! A gente faz um servicinho ali ao redor do mercado, e tem uns que usam aquele negócio que às vezes dá na cabeça fazer um mal a gente. 

Aí nós sentimo o cara seguindo nós, né!? Aí nós falamos pro fiscal e ele disse que era mior a gente se afastar daquele ponto, pra não correr muito perigo pra nós.

Sempre de ôi que às vez a gente está aqui num momento ajuntando e sempre um companheiro oiando pra gente na frente e outro atrás.Porque cê sabe, por trás nem Jesus se defendeu. Aí a gente fica assim atento pra não correr perigo. 

(E pra você, qual a importância do teu trabalho?)

Eu acho importante meu trabalho, porque antes quando não tinha essa empresa, a cidade vivia suja, os prefeito não ligavam de colocar empresa pra fazer a limpeza. Só mesmo nos mercados e agora com essa empresa, tem gente que diz: vocês estão de parabéns com essa empresa, vocês estão deixando a cidade limpa. Tem muita gente que reconhece o trabalho que a gente faz. É senhora, é moça que reconhecem nosso trabalho. A gente merece né, a educação das pessoa.

Né todo mundo não, mas tem gente que reconhece o trabalho da gente, que ficam agradecidos pelo trabalho que a gente faz a noite. Porque perigoso é!

DENÚNCIA: Secretaria de Saúde do Piauí gastou R$ 383 mil com uso de veneno para matar ratos

O governador eleito pelo PT, Wellington Dias, afirmou em solenidade e posse do novo presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Teresina, Nivaldo Oscar da Cruz que vai solicitar ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) que realize auditorias em vários setores de iniciação pública como Secretária estadual de Saúde, Secretaria Estadual de Educação, Secretaria Estadual de Administração, Iapep, para apurar casos como a compra de livros com preços super faturados, retirada de recursos do fundo de previdência e outros casos denunciados.
Governador eleito pelo PT, Wellington Dias denuncia que a Secretaria de Saúde do Piauí gastou R$ 383 mil com desratização
Wellington Dias informou que pretende solicitar a apuração pelo TCE de que a Secretaria Estadual de Saúde gastou R$ 383 mil com uso de veneno para matar ratos, uma espécie de desratização. Ele também afirmou que vai fazer auditorias em todas as áreas porque onde estiver indícios de prática irregular ou qualquer crime vai pedir o apoio do Tribunal de Contas do Estado quando tiver envolvidos recursos estaduais e quando tiver recursos federais solicitar auditoria ao Tribunal de Contas da União (TCU) ou Ministério Público, para que possa junto com a equipe auditar as despesas consideradas irregulares.

“Não podemos, não é normal que se tenha uma ação criminosa e faça de conta que isso não aconteceu. A gente tem que examinar, se alguém arriscou e cometeu um crime tem que pagar por isso”, declarou.

Segundo ele, serão feitas auditorias em obras, porque o próprio TCE no período eleitoral soltou várias licitações na área de obras, no setor de compras e equipamentos, compras de livros, compras de material de consumo, etc.

“Essa semana me chegou documentos de que só em uma área de desratização teriam sido pagos pela Secretaria Estadual de Saúde R$383 mil, ou seja, é muito rápido para se gastar tanto dinheiro, isso tem que ser examinado. São contas que o povo paga, dinheiro suado que pagam por impostos, e precisa ter cuidado com todo zelo”, falou o governador eleito.

Wellington Dias se reuniu com a presidente da Sefaz (Federação dos Agricultores do Estado do Piauí) e diretores da entidade para discutir as reivindicações dos trabalhadores rurais e apoio do governo do Estado para a Marcha das Margaridas que é um movimento de mulheres trabalhadoras rurais contra a violência no campo.

Programa Pró Estágio recebe 100% de adesão de empresas nas primeiras visitas

O prefeito Florentino Neto e o vice Chagas Fontenele estiveram reunidos na ultima sexta-feira (22) com o secretário do Trabalho e Defesa do Consumidor, Neris Junior, e a coordenadora do Programa Pro Estágio, Maria da Conceição Neta, para tratar de detalhes do programa de incentivo ao primeiro emprego, já instituído por lei municipal.
O objetivo da reunião foi a apresentação de resultados após as primeiras visitas à empresas da cidade de Parnaíba. Segundo a comissão, o saldo é extremamente positivo. Das onze primeiras visitas, todas as empresas aderiram ao programa que tem como objetivo reduzir a evasão escolar, colaborar com a renda familiar, garantir mão de obra qualificada com baixo custo para o empresariado e distanciamento de jovens da vulnerabilidade social.
Durante o encontro desta manhã foram discutidos o novo calendário de visitas e metodologia de seleção dos estagiários em conformidade com a Lei Municipal 055/2014. O Pro Estágio é destinado a pessoas entre 14 e 24 anos do ensino público que poderão ser privilegiadas com oportunidade de trabalho, formação e desenvolvimento profissional. 

BRECHA: Projeto de lei do PSDB tramitando na Câmara pode driblar Ficha Limpa

O deputado federal mineiro Bonifácio Andrada (PSDB) propôs um projeto de lei que determina a transferência de votos de candidatos considerados inelegíveis mesmo antes do pleito para os seus respectivos partidos em eleições proporcionais. A atual regra só prevê a contabilidade de votos para a legenda se o candidato for julgado inapto após a disputa.
Para especialista, a mudança é sutil, mas pode provocar impacto significativo, já que pode driblar a Lei da Ficha Limpa, criada para inibir as candidaturas de políticos com passado inidôneo.

Hoje, o Código Eleitoral determina que o candidato considerado inelegível antes do pleito, mas que mesmo assim foi às urnas, tenha seus votos anulados. Já se o político for considerado inapto após a eleição, a escolha do eleitor vai para as legendas.

A mudança proposta pelo Projeto de Lei 8.098, de 2014, de Andrada suprime o termo “após a realização da eleição”. Ou seja, mesmo se o candidato tiver registro cancelado antes da disputa, os votos são computados para o seu partido na eleição proporcional, que envolve vereadores e os deputados estaduais e federais.

Na apresentação da matéria, Andrada justificou sua proposta afirmando que ela garantiria o fortalecimento das legendas. “Dar ao candidato uma influência maior no sistema é desconhecer o preceito constitucional que dá ênfase ao partido. Na realidade, quando o eleitor vota, ele está votando primeiro no partido e em segundo lugar escolhe o candidato”, argumentou.

A reportagem tentou contato por telefone com Andrada, mas ele estava viajando e não atendeu as chamadas. A matéria do tucano tramita em regime de prioridade e está sujeita à apreciação do plenário.

De acordo com o especialista em direito eleitoral Mauro Bonfim, se a matéria entrar em vigor, a Lei da Ficha Limpa perde força. “Mesmo a legenda sabendo que um grande puxador de votos não será eleito, ela deixará o candidato ir às urnas. Isso significa que, mesmo sem assumir, seus votos serão importantes para eleger correligionários com poucos votos, devido ao quociente partidário. A lei atual é melhor”, ressalta.

Renovação. Segundo o estudioso, a proposta ainda prejudica a renovação no Legislativo. Para ele, as legendas não se importariam em deixar na lista de candidatos políticos tradicionais com grande capacidade de votação, o que inibiria o surgimento de novas lideranças.

Onde está Zé Filho?

Passada a eleição, amargada a derrota, uma pergunta ecoa de Norte a Sul do Piauí.
No Karnak, nas empresas que fornecem ao Governo do Estado, nos canteiros das obras paradas, na casa dos servidores que não recebem há meses e na mesa dos melhores bares, todo mundo quer saber.

Skatistas comemoram a reinauguração da pista da Avenida Padre Vieira

Os skatistas de Parnaíba comemoraram na tarde deste sábado (22) a recuperação da pista de skate da Avenida Padre Vieira que foi amplamente restaurada pela Prefeitura de Paraníba, através da Secretaria de Defesa de Defesa Civil e Serviços Urbanos.
As obras proporcionaram ampla restauração do local em toda sua estrutura física. Após receber assentamento de piso, pinturas e recuperação da parte elétrica, a pista foi devolvida aos skatistas em condições para o lazer e a prática esportiva.

Para celebrar o momento foram realizadas competições envolvendo três baterias e manobras nas categorias mirins até 14 anos, e para iniciantes entre atletas de 15 a 18 anos, além da categoria amadora com idade acima dos 18 anos.

domingo, 23 de novembro de 2014

Em nota oficial, Presidência da República repudia outra insinuação da Veja

A reportagem de capa da revista Veja de hoje é mais um episódio de manipulação jornalística que marca a publicação nos últimos anos.
Depois de tentar interferir no resultado das eleições presidenciais, numa operação condenada pela Justiça eleitoral, Veja tenta enganar seus leitores ao insinuar que, em 2009, já se sabia dos desvios praticados pelo senhor Paulo Roberto Costa, diretor da Petrobras demitido em março de 2012 pelo governo da presidenta Dilma.
As práticas ilegais do senhor Paulo Roberto Costa só vieram a público em 2014, graças às investigações conduzidas pela Polícia Federal e pelo Ministério Público.
Aos fatos:
Em 6 de novembro de 2014, Veja procurou a Secretaria de Imprensa da Presidência da República informando que iria publicar notícia, “baseada em provas factuais”, de que a então ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, recebeu mensagem eletrônica do senhor Paulo Roberto Costa, então diretor da Petrobras, sobre irregularidades detectadas em 2009 pelo Tribunal de Contas da União nas obras da refinaria Abreu e Lima. O repórter indagava que medidas e providências foram adotadas diante do acórdão do TCU. A revista não enviou cópia do e-mail.
No dia 7 de novembro, a Secretaria de Imprensa da Presidência da República encaminhou a seguinte nota para a revista:
“Em 2009, a Casa Civil era responsável pela coordenação do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Assim, relatórios e acórdãos do TCU relativos às obras deste programa eram sistematicamente enviados pelo próprio tribunal para conhecimento da Casa Civil.
Após receber do Congresso Nacional (em agosto de 2009), do TCU (em 29 de setembro de 2009) e da Petrobras (em 29 de setembro de 2009), as informações sobre eventuais problemas nas obras da refinaria Abreu e Lima, a Casa Civil tomou as seguintes medidas:
a. Encaminhamento da matéria à Controladoria Geral da União, em setembro de 2009, para as providências cabíveis;
b. Determinação para que o grupo de acompanhamento do PAC procedesse ao exame do relatório, em conjunto com o Ministério de Minas e Energia e a Petrobras;
c. Participação em reunião de trabalho entre representantes do TCU, Comissão Mista de Orçamento, Petrobras e MME, após a inclusão da determinação de suspensão das obras da refinaria Abreu e Lima no Orçamento de 2010, aprovado pelo Congresso.
Nesta reunião, realizada em 20 de janeiro de 2010, “houve consenso sobre a viabilidade da regularização das pendências identificadas pelo TCU” nas obras da refinaria Abreu e Lima (conforme razões de veto de 26 de janeiro de 2009). Foi decidido, também, o acompanhamento da solução destas pendências, por meio de reuniões regulares entre o MME, o TCU e a Petrobras.
A partir daí, o Presidente da República decidiu pelo veto da proposta de paralisação da obra, com base nos seguintes elementos:
1) a avaliação de que as pendências levantados pelo TCU seriam regularizáveis;
2) as informações prestadas em nota técnica do MME que evidencia os prejuízos decorrentes da paralisação; e
3) o pedido formal de veto por parte do então Governador de Pernambuco, Eduardo Campos.
Este veto foi apreciado pelo Congresso Nacional, sendo mantido.
A partir de 2011, o Congresso Nacional, reconhecendo os avanços no trabalho conjunto entre MME, Petrobras e TCU, não incluiu as obras da refinaria Abreu e Lima no conjunto daquelas que deveriam ser paralisadas.
E a partir de 2013, tendo em vista as providências tomadas pela Petrobras, o TCU modificou o seu posicionamento sobre a necessidade de paralisação das obras da refinaria Abreu e Lima”.
A inconsistência da reportagem de Veja é evidente. As pendências apontadas pelo TCU nas obras da refinaria Abreu e Lima já haviam sido comunicadas, em agosto, à Casa Civil pelo Congresso e foram repassadas ao órgão competente, a CGU.
Como fica evidente na nota, representantes do TCU, Comissão Mista de Orçamento do Congresso, Petrobras e do Ministério de Minas e Energia discutiram a solução das pendências e, posteriormente, o Congresso Nacional concordou com o prosseguimento das obras na refinaria.
Mais uma vez, Veja desinforma seus leitores e tenta manipular a realidade dos fatos. Mais uma vez, irá fracassar.
Secretaria de Imprensa
Presidência da República

ESCÂNDALO: Por que será que FHC foi contra a CPI da Petrobras?

Em março deste ano, quando a corrida presidencial ainda esquentava, o ex-presidente Fernando Cardoso foi questionado sobre a necessidade de uma CPI para investigar negócios da Petrobras.
Naquele momento, ele teve uma rara divergência com o senador Aécio Neves (PSDB-MG), que foi o candidato tucano à presidência da República. "Acho que o momento eleitoral não é o mais propício. Não sou favorável a partidarizar", disse FHC.

No entanto, ele fez questão de defender o modelo de gestão implantado na empresa – foi no primeiro governo FHC que a Petrobras foi dispensada de seguir a Lei de Licitações, a 8.666. "Nós transformamos a Petrobrás em uma corporation, uma empresa, não uma repartição pública. Para isso, tem que tirar a influência dos partidos. No governo anterior ao atual, deu marcha à ré e o resultado está aí, com escândalo nos jornais" (leia mais aqui).

Aécio, no entanto, não seguiu a sugestão de FHC e entrou com tudo na CPI da Petrobras, que teve como foco principal a discussão sobre a compra da refinaria de Pasadena, no Texas. Parlamentares governistas levantaram histórias do governo FHC, como uma polêmica troca de de ativos com a Repsol (leia aqui), mas o caso permaneceu abafado pelo silêncio dos meios de comunicação conservadores.

Agora, no momento em que avançam as investigações da Operação Lava Jato, dois personagens centrais, o lobista Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, e o gerente-executivo Pedro Barusco, disseram que começaram a realizar negócios na Petrobras no governo FHC.

Baiano disse ter entrado na companhia em 2000, ou seja, no segundo mandato do ex-presidente. Barusco, o servidor que recebeu quase US$ 100 milhões em propinas, disse que começou a delinquir em 1996, bem no começo do primeiro mandato de FHC.

Foi neste primeiro governo que o ex-presidente aprovou a lei do petróleo, permitindo que a empresa contratasse sem licitações. Em breve, o Tribunal de Contas da União levará uma discussão ao Supremo Tribunal Federal para que a Petrobras volte a se submeter à 8.666.

Miss Bumbum 2014 se prepara para ser 'virgem de novo'

Miss Bumbum que se preza não pode descansar nem nos momentos pré-cirurgia. Por isso, nesta sexta-feira (21), a vencedora do concurso, Indianara Carvalho, posou em frente ao hospital onde irá realizar sua cirurgia íntima, cujo resultado poderá ser visto na edição da Sexy onde ela virá como capa.
Indianara é mais uma vez entre as famosas - ou semifamosas - que decidiram "recuperar sua virgindade" por meio do procedimento. Geisy Arruda foi outra que realizou a ninfoplastia, geralmente indicada para pacientes que têm os pequenos lábios aumentados. 
Na maioria dos casos, de acordo com especialistas ouvidos pelo Terra, o desconforto é mais psicológico do que funcional: por sentirem que têm algo diferente do padrão, muitas mulheres se sentem constrangidas diante dos parceiros. Terra

Os “analistas” do política piauiense e do PT

Na manhã deste domingo dei uma navegada por sites da política piauiense para ver o que está acontecendo. Nos sites há espaços para jornalistas políticos e “analistas” que comentam o quadro político atual.
E aí você encontra de tudo. É uma guerra, e a sensação que fica é que não se sabe  bem em que ponto está o inimigo já que os tiros saem em toda direção.

O Partido dos Trabalhadores é sempre alvo destes comentários. Dois motivos levam a isso: o PT vai governar o Piauí pela terceira vez, no Brasil vai emplacar o quarto mandato e o Partido de Dilma e Wellington tem sido ao longo de sua existência uma espécie de Geni – personagem da brilhante música de Chico Buarque.

Alguns escritos, de “análise” nada tem, são textos para preenchimento de espaço editorial.

A tônica deste domingo é falar da composição do futuro governo Wellington Dias. Houve articulista que abordou o tema da convocação de deputados para o primeiro escalão do governo. Para isso lembrou que a vitória do petista é devida aos eleitores que lhe deram a votação e que a vitória de Wellington Dias foi uma vitória pessoal.

É daqueles articulistas que no passado em momentos eleitorais acusavam o PT de sectarismo por não querer alianças. E é daqueles que nos momentos eleitorais bate na tecla que um partido sozinho não ganha eleição e que as agremiações precisam se abrir para o dialogo e os entendimentos eleitorais.

Ora, o sistema político brasileiro é que impõe determinadas situações. As alianças são necessárias para a vitória eleitoral e implicam que o governo deverá ser governado por aqueles que participaram da aliança.

Some-se a isso o ingrediente da governabilidade. O Executivo depende do Legislativo e se o chefe do governo não obteve maioria no parlamento, há de procurar adquiri-la. E a forma dada hoje é a da concessão de espaços no governo.

Não faltou também o famoso apelo para uma equipe formada por técnicos em sua maioria.

Estamos falando de POLÍTICA e esta atividade tem os seus “profissionais” que são exatamente aqueles eleitos pela maioria do povo. É justo, portanto, que à frente da POLÍTICA estejam os que são da área. E na hora da tomada de decisões eles o façam baseado em pareceres técnicos de profissionais de cada ramo de atividade com os quais  a POLÍTICA trabalha.

Não são os técnicos que falam com o povo, que compreendem suas necessidades, seus dramas. Quem faz isso são os POLÍTICOS. E a eleição é a hora na qual o povo elege aqueles POLÍTICOS que ele acha, no momento, os melhores.

É de sorrir, hoje, você ler “analistas” que pregam a volta do PT ao seu passado glorioso e honroso. Estes analistas querem que o Partido promova uma ruptura com um passado político brasileiro e piauiense que envergonhava a todos e ainda recomendam que o PT deixe de ser um partido igual aos outros,  seduzido que foi pelo poder.

É eleita a musa e o mister da 7ª edição da Parada do Orgulho LGBT de Parnaíba

O Grupo Guará de Parnaíba realizou neste sábado 22), a escolha da Musa e Mister parada Gay 2014, na praça de eventos Mandu Ladino (Quadrilhodromo).
A escolha da Musa e do Mister, é em comemoração a sétima Parada da Diversidade e  da Luta contra a Homofobia e segundo o idealizador do concurso, Wellington Araújo, o dia é de grande importância para o movimento GLBT de Parnaíba. “É o dia do grito de alerta contra a homofobia e o preconceito e devemos respeitar a diversidade sempre e lutar contra a homofobia”, destaca Wellington Araújo.
Os itens  que foram julgados durante o processo de escolha da Musa da Parada da Diversidade LGBT de parnaíba foram; Dublagem, performance e criatividade.
Neste ano o Grupo Guará escolheu o seguinte tema para a 7ª edição da Parada Gay de Parnaíba: “Pela paz que eu desejo, respeito as diversidades!”. Neste ano a expectativa é de um público superior a 10 mil pessoas.

Várias atrações locais e nacionais já estão confirmadas. “Nesta edição, teremos a cantora paulista Lorena Simpson, o grupo local Arquivo Sonoro, além de Djs, Drag Queens e Gogo Boys.

sábado, 22 de novembro de 2014

Dia histórico para o centro de Parnaíba marca o início da revitalização da Praça da Santa Casa

O prefeito Florentino Neto, o vice Chagas Fontenele, colaboradores do Executivo e Legislativo, além de grande parte da população que passou pelo centro da cidade na manhã deste sábado (22) presenciaram uma cena histórica para o município. 
Dezenas de barracas que ocupavam a Praça da Santa Casa começaram a ser removidas de forma pacífica para que seja iniciada a revitalização do espaço público.
Há mais de três décadas, quando a Praça da Santa Casa foi invadida por vendedores ambulantes, que as administrações municipais se dividem entre o anseio da população em ver a praça limpa e reformada, e a necessidade de manter vendedores que precisam trabalhar no local para garantir o sustento de sua família. O prefeito Florentino Neto acredita ter encontrado a solução que atenda às duas partes.
Vendedores que há anos sonhavam em ter um espaço digno para trabalhar realizaram com grande alegria e satisfação a mudança para o novo espaço. Mais de 70 boxes de alvenaria, telhado, portas, segurança e banheiros, foram construídos próximo ao local para garantir um ambiente mais favorável, digno e compatível com as normas de segurança alimentar.
Após a transferência neste sábado será iniciada imediatamente a reforma e revitalização da Praça da Santa Casa.
 
Copyright (c) 2008-2010 FerramentasBlog.com | Tecnologia do Blogger | Sobre LemosIdeias.com | Não são autorizadas obras derivadas.