• MOTORISTA É PRESO AO LEVAR 230 KG DE MACONHA DENTRO DE CARRO NA BR-343

    A prisão aconteceu após a Polícia Federal receber uma denúncia anônima e acionar o Grupo Tático da Polícia Militar para prestar apoio na operação...Leia Mais

  • BANCO DO NORDESTE COBRA NA JUSTIÇA DÍVIDA DO EMPRESÁRIO EURELIANO BARROS

    A empresa CCV Editora e Produções Ltda e a esposa do empresário, Luciana Soares Lages Barros, também figuram na ação como executados...Leia Mais

  • BARRAGENS TRANSBORDAM EM CIDADES DO INTERIOR APÓS FORTE CHUVA NO PIAUÍ

    A forte chuva registrada durante este sábado (21) provocou estragos em algumas regiões do Piauí. No município de Massapê do Piauí, resultou em cheias de rios, riachos e transbordamento de represas em diversos pontos do município...Leia Mais

  • VENDE-SE TERRENOS COMERCIAIS NA BR-222 COM BR-343

    Os terrenos ficam ao lado do Piripiri Park Shopping...Leia Mais

  • EMPRESA DE CALL CENTER QUE DEVE GERAR ATÉ 2.500 EMPREGOS APRESENTA CALENDÁRIO DE AÇÕES PARA INÍCIO DE SUA INSTALAÇÃO

    A empresa já possui uma unidade operacional que gera 4.500 empregos em Teresina, além de outras duas unidades na cidade de São Paulo...Leia Mais

quinta-feira, 26 de março de 2015

Reunião intersetorial define fluxograma integrado para abertura de novos negócios em Parnaíba


A Superintendência da Microempresa e Empreendedor Individual e o Sebrae reuniram nessa quarta-feira (25) representantes de diversos setores do município de Parnaíba, por onde tramitam os processos para a abertura legal de micro e pequenas empresas.
A reunião teve como objetivo realizar o planejamento da ampliação dos serviços que a Sala do Empreendedor deverá oferecer, como também elaborar um fluxograma interno da Prefeitura, pactuado por todos os setores de forma que dê agilidade e unificação aos processos de abertura de empresas.
  
Também foram abordadas questões relacionadas à checagem dos serviços básicos, intermediários e avançados. O superintendente Francisco Dourado destaca que ações como essa visam fortalecer as ações da Sala do Empreendedor, para que os interessados contem com serviços e orientações adequadas.
Superintendência de Comunicação

Vereador é preso com veículo clonado e documentação falsa



O vereador Antonio Orlando Pereira dos Santos, natural de Pio IX (427 km de Teresina), foi preso em flagrante na manhã desta quinta-feira (26), por uma guarnição da Polícia Rodoviária Federal (PRF), por conduzir um veículo modelo Nissan Frontier, cor preta, de placa JQB-4439m clonado e com documentação adulterada.


O parlamentar foi conduzido à sede da 4ª CIA de Polícia de Fronteiras onde encontra-se detido e aguarda a arbitração de fiança a ser designada pelo juiz da Comarca de Fronteiras, Dr. João Manoel de Moura Ayres.

O veículo apreendido possui placas JQB-4439 com inscrição na cidade de Lavras, Estado de Minas Gerais. Antonio Orlando Pereira dos Santos, popularmente conhecido como Pastor Orlando, tomou assento na Câmara Legislativa da cidade de Pio IX, após ser eleito com 507 votos em 2012.
Fronteiras Online

Vereador recua do pedido de título de cidadania para Marco Feliciano


Nesta quarta (25), bancada evangélica da Câmara Municipal de Teresina (CMT) composta pelos vereadores Ricardo Bandeira, Pastor Levino, Tiago Vasconcelos, Celene, Antônio Aguiar, Ananias Carvalho e Joninha, solicitaram a concessão de título de cidadania teresinense para o deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP).

A solicitação foi feita pelo vereador Ricardo Bandeira, que acabou desistindo no pedido na manhã desta quinta (25), antes mesmo da votação.

Após a repercussão do pedido, partido e entidades se posicionaram contra o pedido por acharem incoerente, já que o deputado federal não trouxe nenhuma contribuição a capital piauiense. “A entrega desse título tem sido utilizada como troca de favores. De acordo com o regimento interno da Câmara, o título só deve ser concedido àqueles que contribuíram de alguma forma com a nossa cidade, que não é o caso do Feliciano”, explica o presidente da Juventude do PP, Hemerson Daniel.
Hemerson Daniel, presidente da Juventude do PP  Foto: Gabriel Tôrres/CT
De acordo com Hemerson Daniel, o partido se reuniu com o deputado R. Silva (PP) para solicitar ao parlamentar, que participa da bancada negra, que se posicione contra o pedido de cidadania. “O deputado Feliciano responde por diversos processos, incluindo estelionato e quebra de decoro, além de fazer declarações racistas, homofóbicas, sexistas e misóginas. Teresina não merece um cidadão como ele”, completa.

Entidades sociais também se posicionaram contra o pedido através de uma nota de repúdio por considerar que Marco Feliciano “carrega um farto histórico, nacionalmente conhecido, por diversas violações aos direitos humanos”.  As entidades exigiram o imediato arquivamento do Projeto de Decreto Legislativo n° 811/2015 que pretende conferir o Título de Cidadão Teresinense ao Sr. Marco Feliciano por considerar que está na contramão de qualquer avanço na conquista de direitos.
Deputado Federal Marco Feliciano (PSC-SP)  Foto: Divulgação
A nota de repúdio foi assinada pelas entidades: Movimento Nacional RUA – Juventude Anticapitalista, Grupo Guaribas de Livre Orientação Sexual, Grupo Astral LGBT, Mopac LGBT, Rede Estadual de Assessoria Jurídica Universitária do Piauí (REAJUPI), Centro de Assessoria Jurídica Universitária de Teresina (CAJUINA/PI), Corpo de Assessoria Jurídica Estudantil da Universidade Estadual do Piauí (CORAJE), Núcleo de Assessoria Jurídica Universitária Comunitária Justiça e Atitude (NAJUC JÁ), Grupo Piauiense de Transexuais e Travestis (GPTRANS), Articulação Piauiense de Travestis e Transexuais (APTTRA), Associação Nacional de Travestis e Transexuais (ANTRA), Igreja da Comunidade Metropolitana (ICM Teresina) e Centro Acadêmico de Direito UESPI Torquato Neto (CAD UESPI). 


Confira a Nota de Repúdio na íntegra: 

NOTA DE REPÚDIO À INDICAÇÃO DO PASTOR MARCO FELICIANO (PSC-SP) AO TÍTULO DE CIDADÃO TERESINENSE 

“Machismo, Racismo, Homofobia e Transfobia NÃO!

Feliciano, você NÃO é nosso cidadão! 

A sociedade teresinense foi surpreendida com a indicação do deputado federal Marco Antônio Feliciano (PSC-SP) ao Título de Cidadania Teresinense. O Projeto de Decreto Legislativo nº 811/2015, que prevê a indicação do título, está para ser votado ainda nesta quinta-feira (26.03), às 8hs, na Câmara Municipal de Teresina (PI). O referido deputado carrega um farto histórico, nacionalmente conhecido, por diversas violações aos direitos humanos.

O referido projeto é de autoria dos vereadores que compõem a bancada conservadora e fundamentalista religiosa da Câmara Municipal, os Srs. Ricardo Bandeira, Levino, Tiago Vasconcelos, Celene, Antônio Aguiar, Ananias Carvalho e Joninha. 

É importante destacar que, em 2013, o mandato do pastor frente à presidência da Comissão Nacional de Direitos Humanos foi contestado por milhões de pessoas em todo o país, que foram às ruas se manifestarem pelo #FORAFELICIANO. Em Teresina (PI) não foi diferente. As ruas da nossa capital foram ocupadas por centenas de pessoas repudiando frontalmente os seus discursos machistas, homofóbicos, transfóbicos e racistas. As manifestações receberam ampla divulgação na mídia local e nacional.

Marco Feliciano chegou a declarar que os(as) negros(as) e africanos(as) descendem de uma maldição e atacou as religiões de matrizes africanas. Por este motivo, a Procuradoria Geral da República (PGR) protocolou uma denúncia junto ao STF pelo crime de racismo e por incitar a discriminação por cor e religião.

Participou também da divulgação de vídeos em campanha explícita de ódio contra gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais. Após concluir pela procedência das denúncias pela campanha de ódio e declarações atentatórias aos direitos humanos praticadas pelo referido deputado, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em conjunto com mais de vinte entidades ligadas aos direitos humanos, protocolou PEDIDO DE CASSAÇÃO por quebra de decoro junto à Corregedoria da Câmara. 

É inaceitável que tal título seja conferido ao pastor Marco Feliciano (PSC-SP). Isto representa uma banalização do título e é uma afronta direta à dignidade de toda sociedade teresinense. Não podemos admitir que este título tão importante seja entregue a um sujeito cujo histórico está esteja repleto de atos atentatórios aos princípios constitucionais brasileiros e aos mais modernos dispositivos internacionais de direitos humanos.

Por todo o exposto, REPUDIAMOS a referida indicação feita pela bancada fundamentalista religiosa da Câmara Municipal, bem comEXIGIMOS o imediato arquivamento do Projeto de Decreto Legislativo n° 811/2015 que pretende conferir o Título de Cidadão Teresinense ao Sr. Marco Feliciano por este caminhar na contramão de qualquer avanço na conquista de direitos.
Por: Claryanna Alves | Capital Teresina

Família divulga carta de Fernanda Lages psicografada por médium



Veja a carta na íntegra:

"Meu pai, minha mãe, que Deus vos abençoe neste momento onde a saudade nos invade trazendo tormentos que sentimos desde a minha partida.

O pior minha mãe já passou. As mãos de Deus me acolheram e por isso posso dizer que reergo-me após lutas vividas nesses últimos dias. Estou me libertando de tudo que aconteceu. Estou me tranquilizando com as suas preces que sempre me acompanharam por este caminho que trilho hoje. Deus minha mãe, é Pai, é Misericórdia, e por isso não devemos perder as esperanças, que depois de tudo que aconteceu eu vou voltar a ser feliz novamente.


O momento é de esquecer o que passou, olhar para frente e pensar positivo e não se deixar escravizar pelo que foi noticiado.

Mãe, já sofri, as dores já passaram, as feridas estão quase cicatrizadas e devo muito à senhora que sempre esteve comigo neste mundo, seja em sonho, seja em pensamentos.

Pedi por tudo mais sagrado que eu pudesse enviar uma carta porque sei o quanto vai ser triste mais esse natal e ano novo, porque são as festas que a senhora mais estima. Esse ano que se aproxima vai ser tudo diferente, você vai ver.

Mãe obrigado, obrigado por tudo que a senhora me ofereceu.

Pai, sei que te devo muito, tudo que me deu.

Eu quero ser feliz juntamente com vocês, a vida não acaba e sim continua, e neste momento estou nas mãos de Deus.

Mãe, nunca deixei de analisar os seus conselhos e me perdoe se não segui a risca tudo aquilo que a senhora procurou me dizer, ensinar.


O meu quarto é o lugar preferido ao retornar a minha casa e lá me declino na minha cama e me ponho a pensar, reviver tudo o que vivi, os momentos de felicidade quando nós programávamos viagens.

Foi tudo muito lindo, e ainda será.

Mãe, pai, a justiça de Deus através de suas leis alcança a todos os seus filhos e ninguém escapa aos resgates que temos que realizar nestas vidas e nas outras.

Estou daquele jeito que a senhora não gostava muito, ou seja, sonolenta pelas vibrações que recebo neste momento e também não troco o dia pela noite.

Aqui as coisas são mais certinhas, a disciplina está acima de tudo para que tenhamos o merecimento de poder escrever, falar com vocês em sonho.

Pai, os seus esforços não foram em vão, pra isso mostra o teu amor, o teu carinho.

Nesta carta não posso retratar tudo que aconteceu porque não é esta a finalidade e sim falar de coisas positivas, mas um dia tudo será esclarecido para que nos tranquilizemos após dias tempestuosos que vivemos.

Agradeço pelas orações, pelos carinhos que recebi e ainda venho recebendo.

Eu os amo, adoro, por tudo que vivemos, tenha a certeza que ainda viveremos.

Mãe nada acabou e nunca vai acabar, nós somos eternos. Isto quer dizer que ainda vamos voltar a sorrir novamente.

Minha mãe a sua benção, meu pai também.

Família querida, muitas saudades. Amo a todos vocês e tenho a certeza de que ainda vamos todos ser felizes para sempre.

Mãe quero te ver como era antes.

Pai, a vida segue, nós vamos nos encontrar.

Não acabou, eu estou com vocês no meu coração e pra onde eu vou vocês vão comigo.

Ah! Como gostaria de voltar no tempo e ser aquela criancinha a fazer a primeira comunhão, receber os seus beijos juntamente com as alegrias que vivíamos.

Amo com todas as forças da minha alma.

Pai, ainda vou coçar a tua cabeça, ainda vou te dar muitos beijos.

Que Deus vos abençoe.

Nós vamos ser felizes, vocês vão ver.

Feliz Natal, Ano Novo repleto de realizações. O pior já passou.

Obrigado meu Deus!

Fernanda Lages"
Fonte: portalaz

Morre o humorista Jorge Loredo, o Zé Bonitinho, aos 89 anos


Morreu, por volta de 5h da manhã desta quinta-feira, o humorista Jorge Loredo, o Zé Bonitinho. O comediante, de 89 anos, estava internado no Hospital São Lucas, na Zona Sul do Rio desde o último 3 de fevereiro, onde permaneceu em estado grave. De acordo com o boletim médico, Loredo lutava há anos contra uma doença pulmonar obstrutiva crônica grave e um enfisema pulmonar, que o levaram à falência múltipla de órgãos.
Topete esculpido com Gumex, bigode delgado, sobrancelhas arqueadas, olhar de conquistador e roupas extravagantes, ele mal mal entra em cena e já arranca gargalhadas da plateia do estúdio da extinta TV Rio, em 1960. Era a estreia de O Bárbaro, vivido pelo ator e humorista Jorge Loredo no programa “Noites cariocas”, que serviria de matriz para o personagem Zé Bonitinho, o galenteator barato e exagerado que marcaria a carreira do artista carioca e a TV brasileira.

O Bárbaro foi rebatizado em homenagem a um cozinheiro que Loredo conheceu em um restaurante de beira de estrada que, por ser muito feio, era chamado de Zé Bonitinho. Os trejeitos do personagem foram inspirados em outra figura real, o Jarbas, um dos companheiros do jovem Jorge Loredo nas maratonas pelos bares da Praça Saens Peña, na Tijuca, onde nasceu.

— Ele tirava um pentezinho do bolso e ficava ajeitando as sobrancelhas e o bigodinho toda hora. Se passava uma moça, cantarolava um tango, um bolero... Fui captando esses trejeitos e criei o personagem — contou.

Autor de bordões inesquecíveis — “Garotas do meu Brasil varonil: vou dar a vocês um tostão da minha voz...!”; “Mulheres, atentem para o tilintar das minhas sobrancelhas”; “O chato não é ser bonito, o chato é ser gostoso”, entre outras —, Zé Bonitinho foi praticamente uma espécie alter ego de Loredo:

— Eu sofri com uma osteomielite (inflamação nos ossos) dos 12 aos 46 anos, por isso fui muito mimado. Isso me fez querer ser mimado pelas minhas mulheres. Era quase um Zé Bonitinho — contou certa vez Loredo que, ainda na juventude, chegou a ser internado em um sanatório por causa de uma turberculose.

Os palhaços estão na origem da vocação de Loredo. Para completar a renda do marido, dona Luiza, mãe do artista, costurava os figurinos das trupes circenses que chegavam a Campo Grande, onde a família morava. O ator acreditava que as fantasias da mãe impregnaram sua retina: já jovem, viu o anúncio dos testes para a escola de Paschoal Carlos Magno, onde passou depois de ser ensaiado por Oscarito e Mafra. Estreou interpretando Mercúcio em “Romeu e Julieta” e nunca mais parou. 
Na TV, o ator começou dividindo o banco do programa “Praça da Alegria”, nos anos 1970, com Chico Anysio, Moacyr Franco e Ronald Golias. Diferentemente de Anysio e e Franco, que tiveram programa próprio, e de Golias, que era astro absoluto da “Família Trapo” , Loredo sobreviveu como coadjuvante. O ator chegou a criar outros tipos famosos, como o mendigo soberbo My Lord e o costureiro François Paetê, mas Zé Bonitinho sempre foi a sua grande marca, que só desapareceu da TV quando o programa “A praça é nossa”, do SBT, saiu do ar, no início dos anos 2000.

Longe da televisão, Loredo chegou a participar de filmes dirigidos por ícones do cinema nacional, como Rogério Sganzerla (“Sem essa aranha”, de 1970, e “O abismo”, de 1977) e Arnaldo Jabor (“Tudo bem”, de 1978). Seu último trabalho em um longa-metragem foi em “Chega de saudade” (2008), de Lais Bodansky. Em quase todos esses filmes, mesmo que não estivesse interpretando seu personagem mais famoso, alguns elementos dele, como o vestuário e acessórios vistosos, de alguma forma estavam sempre presentes nas composições Loredo.

O artista foi recentemente redescoberto pela geração mais jovem de cineastas brasileiros. Em 2005, a diretora Susanna Lira lançou o documentário “Câmera, close!”, uma biografia do ator, exibido no Canal GNT. No ano seguinte, o ator e diretor Selton Mello, fã do artista, o dirigiu no curta-metragem “Quando o tempo cair”, para o qual criou um personagem especialmente apra ele. Em 2003, atuou na peça infantil “Eu e meu guarda-chuva”, a convite da atriz Andrea Beltrão.
OGlobo

FOTOS: Na praia, Musa do Parnahyba vira surfista e encanta


Letícia Santos, de 22 anos, concorre à Musa do Piauiense, mostra brilho em ensaio e diz conhecer tudo sobre o time.

Quadra poliesportiva no Bairro Piauí será entregue em abril


A Secretaria de Educação de Parnaíba está concluindo as obras da quadra poliesportiva com palco, localizada na Rua Itaúna, ao lado da UBS Samaritana Monteiro no bairro Piauí, que deverá ser entregue à comunidade em abril. 

A quadra está sendo construída com recursos do Plano de Ações Articuladas (PAR) do Ministério da Educação, e integra um projeto que atende escolas da rede pública municipal de ensino que estejam localizadas nas imediações do equipamento.
De acordo com a secretária de Educação, Rosany Corrêa, com novo equipamento disponível, a escola Escola Benedito dos Santos Lima passa a proporcionar atividades de contra-turno, assim como a atender a comunidade de modo geral com mais espaço público para a prática de lazer e esportes.

Superintendência de Comunicação 

Governador Wellington Dias sanciona lei que garante passe livre aos portadores de câncer


O governador Wellington Dias sancionou a Lei Estadual que concede passe livre nos ônibus de linhas intermunicipais do Piauí para pessoas portadoras de câncer. De acordo com a lei, para ter direito ao benefício o passageiro precisa ter renda per capita familiar igual ou inferior a um salário mínimo. Se necessário for, um acompanhante também poderá usufruir do mesmo benefício. A publicação do decreto foi feita na sexta-feira (20) no Diário Oficial do Estado.
Portadores de câncer poderão viajar de graça para fazer tratamento no Piauí (Foto: Catarina Costa / G1)
A lei de autoria da deputada estadual Rejane Dias deverá ser regulamentada em até 30 dias, a partir da data de publicação. De acordo com o secretário estadual para Inclusão da Pessoa com Deficiência, Mauro Eduardo, o governo ainda vai definir se a regulamentação vai ser feita pela Seid ou pela Secretaria de Saúde.

Procurado pelo G1, o presidente do Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário de Passageiros do Estado do Piauí, Francisco Arêa Leão, disse que a entidade não foi chamada para nenhuma discussão sobre a lei. Ele diz que as empresas elogiam a nova norma, mas conta que alguém terá que arcar com os custos da gratuidade.

"Nós não temos nada contra, mas a questão é quando ela for regulamentada saber quem vai pagar a conta. Alguém tem que ser responsável por essa despesa", disse o presidente. Ele questiona inclusive a necessidade da existência da lei, afirmando que já existe um programa que concede esse tipo de benefício.

"Já existe o chamado Tratamento Fora de Domicílio (TFD), onde as empresas são obrigadas a destinar duas vagas para passageiros que viajam para fazer tratamento em outras cidades e também para pessoas com deficiência", informou. Segundo ele, a nova lei não vai aumentar o número de poltronas destinadas aos pacientes com prioridade.

Francisco Arêa Leão disse ainda que as empresas aguardam a decisão do governo para saber quem vai arcar com a gratuidade, alegando que as empresas atualmente já enfrentam dificuldades. "Estamos com três anos sem reajuste e as empresas estão um caos. Nada contra a lei, mas tem que decidir quem vai pagar essa conta", concluiu.
Do G1 PI