Advogado que espancou médico em Parnaíba é condenado a 2 anos 7 meses de reclusão imprimir publicado em: 01 / 10 / 2019

O advogado Mickael Brito de Farias que espancou o médico Andrei Lages Gonçalves em 19 de dezembro de 2015, numa lanchonete localizada na av São Sebastião na cidade de Parnaíba, foi condenado a dois anos e sete meses de reclusão.

Segundo narra a exordial, os acusados em comunhão de vontade e esforços, no dia 19 de dezembro de 2015, por volta das 05:30 horas da manhã, na “Lanchonete Sanduba’s”, situada na Av. Sebastião, nesta cidade, quase ceifaram a vida da vitima ANDREY COSTA LAGES GONÇALVES, com chutes, socos, e pontapés, de acordo com o exame de corpo e delito.

Foto: Divulgação
Advogado Mickael Brito de Farias condenado a dois anos e sete meses de reclusão.

Para o juiz a pena não deve ser diminuída: “inexistem causas de diminuição da pena, porém em razão do aumento do art. 29 do Código Penal, aumentam em mais 1\3, ficando em definitivo em dois anos, um mês e vinte e sete dias de reclusão”, diz a sentença.

Para a juíza Maria do perpetuo Socorro Ivani de Vasconcelos, da 1ª Vara Criminal da Comarca de Parnaíba , as circunstâncias judiciais desfavoráveis ao acusado a pena deverá ficar acima do mínimo legal.

A sentença que condenou o advogado Mickael Brito de Farias narra que tendo em vista que o delito de lesão grave prevê abstratamente a pena de reclusão, de um a cinco anos, e que existem circunstâncias judiciais desfavoráveis ao réu.

A vitima habilitou como assistente de acusação o advogado Celso Gonçalves Cordeiro.

VEJA NA ÍNTEGRA A SENTENÇA:

Nossa reportagem não conseguiu localizar o advogado Mickael Brito. Mas o espaço está reservado para sua manifestação.

Por TELSÍRIO ALENCAR | Pauta Judicial

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas