Alunos perdem prazo de matrícula na Uespi e fazem protesto atualizada atualizada em: 7 de fevereiro de 2018 comentarios 0 comente agora rss RSS

Candidatos aprovados no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), através do Enem 2017, perderam o prazo de matrícula na Universidade Estadual do Piauí (Uespi). Eles alegam falta de comunicação e prazos curtos para a realização do procedimento. Por outro lado, a instituição alega que as informações foram repassadas no próprio site do Sisu.

O estudante Lucas Moreira Gomes, de 21 anos, veio de São Paulo (SP) para realizar sua matrícula no campus de Campo Maior (PI) e, ao chegar, o prazo de matrícula já havia expirado. “Estava escrito que a faculdade poderia estar alterando a data, mas para ela fazer isso, ela deveria fazer a divulgação no calendário oficial e no próprio site do MEC. Porém, essa publicação não ficou aparecendo no MEC e eu fiquei esperando. Vim pra cá pensando que poderia fazer minha matrícula, já que tinha escrito no site do dia 30 até o dia 7, mas não deu”, lamenta.

A estudante Rayssa Andreza, de 16 anos, também perdeu o prazo de matrícula na instituição. Ela alega erro de comunicação do site e da instituição. “Eu passei no curso de administração. Perdi o prazo porque, no Sisu, diz que o prazo é do dia 30 ao dia 7”, conta.

Rayssa faz parte do grupo de 15 candidatos que entrou com mandado de segurança contra a Uespi (Foto: Moura Alves/O Dia)

Mandado de segurança

Devido ao impasse, o advogado do Diretório Central dos Estudantes (DCE), Emerson Samuel Araújo, está entrando com mandado de segurança, que lista todos os estudantes que perderam o prazo de matrícula. “Estamos com esta ação justamente por compreender que o prazo de dois dias é reduzido, dentro do prazo que o Sisu oferece, mas também por conflito nas informações”, alega.

O advogado também destaca que houve pouca divulgação da instituição sobre os prazos de matrícula e os procedimentos para a realização da mesma. “Os estudantes não foram devidamente comunicados. Estamos questionando a comunicação, o estudante não está habituado a ir na plataforma nacional, depois ir no edital interno da universidade. Então, o judiciário compreende que essa é uma dificuldade de comunicação real”, explica

Universidade diz que prazo fica a critério da instituição

O Sistema de Seleção Unificada prevê em seu site, na aba de “tire suas dúvidas”, artigo 8.2, que, após a aprovação, o candidato selecionado deve verificar junto à instituição de ensino em que foi aprovado os procedimentos para a matrícula. O sistema oferece dos dias 30 a 7 de fevereiro para que a instituição de ensino escolha as datas para a realização das matrículas dos futuros egressos.

E esta divulgação foi realizada pela Uespi no dia 29 de janeiro, data de divulgação do resultado do Sisu. Sendo que foi estipulado o prazo de apenas dois dias para efetuar a matrícula na instituição. “Não tem tempo para o estudante se preparar, sabemos que há uma série de documentos para ser, inclusive, autenticado em cartório. Como é um sistema de validade nacional, o mesmo direito de um estudante daqui para realizar a matrícula é de um estudante de outro estado”, reitera o advogado do DCE.

O advogado Emerson Samuel questiona o fato de a Uespi ter dado apenas dois dias para a realização das matrículas (Foto: Moura Alves/O Dia)

Atualmente, 15 aprovados entraram com o mandado de segurança para recorrer à prorrogação da data de matrí- cula. “O objetivo é tentar uma decisão liminar que garanta o direito desses estudantes realizarem a matrícula até sexta-feira, que é o prazo nacional, mas também estamos estudando a possibilidade de o Ministério Público entrar com uma recomendação para a reabertura do período de matrículas”, declara o advogado.

Outro lado

Em nota, a Universidade Estadual do Piauí (Uespi) afirma que, conforme o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o prazo de matrícula fica a critério de cada instituição de ensino superior, considerando o período disponível de 30/01/2018 a 07/02/2018. Sendo que a Uespi escolheu os dias de 01/02 e 02/02 para realizar as matrículas institucionais.

A respeito da alegação dos estudantes de ausência de divulgação, a Uespi afirma que as datas foram amplamente divulgadas em todos os canais de comunicação da instituição no dia 29 de janeiro, assim que o Sisu divulgou o resultado da chamada regular

Por: Gabrielle Alcântara – Jornal O Dia

divisao

0 comentário Comente agora!

publicidade

redes sociais

publicidade