As principais tendências de tecnologia para os celulares de 2019 imprimir publicado em: 29 / 12 / 2018

Celulares costumam seguir algumas tendências, e em 2019 não vai ser diferente. Fabricantes já prometem entregar dispositivos com tecnologias nunca vistas antes – e várias disputam para ver qual vai ser a primeira a lançar um celular inovador.

Para o ano que vem, duas tendências principais que devem dar as caras já nos primeiros meses do ano são os celulares dobráveis e os novos tipos de entalhes, mas 2019 também promete ser o ano do 5G, de aparelhos com cada vez mais RAM e também das câmeras de mais de 40 megapixels.

O Olhar Digital separou as cinco tendências principais para o mercado de smartphones de 2019. Confira abaixo o que esperar do seu próximo celular:

Novos tipos de entalhes

Apesar do espanto inicial, o entalhe do iPhone X veio para ficar. Em 2018, diversas fabricantes seguiram os passos da Apple e adicionaram um recorte na parte superior da tela em modelos com “tela infinita”. Agora consolidado, o notch vai passar por transformações em 2019.

Já vimos modelos com uma “gota d’água” na parte superior da tela – um entalhe bem pequeno que quase não ocupa espaço no display – mas agora as coisas vão ser diferentes. Um dos designs para 2019 é o do “furo na tela”, promovido especialmente pela Samsung. Nele, um pequeno buraco no display abriga a câmera frontal, permitindo assim que a interferência na tela seja mínima.

Telefones dobráveis

Após muitos e muitos anos de promessa por parte da indústria, os celulares flexíveis finalmente começaram a ser lançados. E 2019 promete ser o ano deles – ao menos segundo o plano de algumas empresas, especialmente Samsung e Huawei.

A Samsung fala em celular dobrável há muito tempo, mas agora parece que as coisas finalmente vão sair do lugar. A fabricante coreana já apresentou a tecnologia do display a ser usado em um futuro smartphone flexível, e promete lançar o dispositivo em algum momento do ano que vem. Ele deve ter duas telas, sendo uma externa convencional e uma interna flexível que pode ser dobrada ao meio.

Mas outras empresas prometem chegar antes da Samsung: a Huawei já vem trabalhando há algum tempo em um dispositivo flexível e deve apresentá-lo durante a Mobile World Congress em fevereiro em Barcelona, na Espanha, deixando a coreana para trás.

Tecnologia 5G começa a aparecer

As primeiras redes 5G do mundo devem ser ativadas no ano que vem, e com elas uma nova leva de smartphones vem aí. A Samsung deve lançar um Galaxy S10 no primeiro semestre, mas ela não será a única empresa a adotar a tecnologia: a Huawei também prepara aparelhos compatíveis com a quinta geração de internet móvel, enquanto a Motorola promete um Moto Snap para o Moto Z3 que adiciona o suporte ao 5G.

Infelizmente, isso não deve dar as caras por enquanto no Brasil. A Anatel e as operadoras de telefonia ainda precisam discutir termos para a realização do leilão da frequência a ser usada no 5G brasileiro, e como essas discussões ainda não avançaram muito, é de se esperar que a nova rede móvel só chegue por aqui em 2020 ou 2021.

Muita RAM

Alguns celulares por aí já têm mais RAM do que muitos computadores. Empresas estão colocando cada vez mais memória nos dispositivos, chegando a números ridículos como 12 GB de RAM em um celular, como no caso do Lenovo Z5 Pro.

A tendência é que números como 10 GB e 12 GB de RAM apareçam mais e mais. Vale lembrar que existe um grande esforço da indústria atualmente no desenvolvimento de smartphones gamers, que são voltados para jogos e exigem mais da potência do aparelho.

Esse tipo de dispositivo costuma ter bastante RAM, e com empresas como a Asus passando a se concentrar nesse segmento do mercado, a tendência é que mais e mais aparelhos com muita RAM sejam anunciados.

Câmeras de 48 megapixels

Sony e Samsung lançaram durante o ano de 2018 sensores de 48 megapixels para câmeras de smartphones, e elas devem começar a chegar em breve aos celulares do mercado. Após anos com aparelhos adicionando mais e mais câmeras, parece que a partir de agora as imagens tiradas com celulares vão ganhar mais megapixels.

Huawei, Xiaomi e Motorola estão entre as empresas que já trabalham em aparelhos com 48 megapixels, mas certamente outras fabricantes vão adotar os novos sensores em algum momento do ano que vem. Então pode ficar espero que o seu próximo celular pode ter uma câmera monstruosa.

Compras na internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aquipara instalar

Olhar Digital

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas