Assassino de Camila perde farda e será julgado por três crimes atualizada atualizada em: 8 de fevereiro de 2018 comentarios 0 comente agora rss RSS

Nesta quinta-feira(7), a nota de esclarecimento através do comandante geral da Polícia Militar do Piauí, coronel Carlos Augusto, divulgou sobre a decisão do Concelho de Justiça pela expulsão do capitão Allisson Wattson da Silva Nascimento, acusado da morte da estudante de Direito Camila Pereira de Abreu, em 26 de outubro do ano passado.

No inquérito entregue no dia 30 de novembro à justiça, o réu confessor da morte de Camila foi indicado por homicídio duplamente qualificado, feminicídio e sem oferecer chance de defesa à vítima, ocultando o cadáver e fraude processual.

Camilla Abreu e o então namorado, Allisson Watson, durante saída do casal à noite: cenas prévias de um crime chocante (Foto: Reprodução Facebook)

O conselho de justiça foi formado pelo coronel Edson Ferreira da Silva, tenente-coronel Jorge de Sousa Lima e o Major José Wilson Gomes da Silva Nascimento, que decidiram pela demissão do oficial.

Cabe ao Conselho de Justificação a apuração do homicídio qualificado, ocultaçãode cadáver e destruição de provas, conforme o inquérito policial 104/2017, da Delegacia de Homicídios da Polícia Civil do Piauí.

Rede Piauí Notícias

divisao

0 comentário Comente agora!

publicidade

redes sociais

publicidade