Bandidos invadem sindicatos, roubam bens e deixam rastro de destruição imprimir publicado em: 07 / 12 / 2015

Dois sindicatos que funcionam no mesmo prédio, no Centro de Teresina, foram invadidos na noite de sexta-feira (4), e tiveram diversos bens roubados.sindicato1

Os alvos foram o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção e do Mobiliário do Médio Parnaíba (Sitricom) e o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Gráficas no Estado do Piauí (Sintragrapi).

Localizadas num prédio situado na Rua Desembargador Freitas, as sedes dos sindicatos foram completamente devassadas.

De acordo com Carlos Magno Teixeira, presidente do Sitricom, os bandidos levaram uma TV, máquinas fotográficas, carnes e refrigerantes que estavam guardados na cantina, e mais cerca de R$ 400 em dinheiro, que seria usado para pagar um auxílio natalidade para associados. “O prejuízo pode ser ainda maior, porque hoje pela manhã foi feita a perícia e o local estava interditado. Ainda não tivemos tempo de fazer um levantamento de tudo o que foi roubado ou destruído”, detalha Carlos Magno.

Sindicato invadido em TeresinaNo Sitricom, os bandidos também destruíram toda a fiação do consultório odontológico, onde são atendidos cerca de 20 associados por dia.

Ainda segundo o presidente da entidade, o crime foi descoberto na manhã deste sábado, quando a funcionária responsável pela cantina foi até o local para fazer a limpeza.

cutApós a Polícia deixar o local, os sindicalistas começaram a organizar a sede e a verificar se os bandidos também roubaram documentos importantes da entidade e dos associados. “Além de terem levado tudo, o sindicato foi totalmente quebrado. Mas para nós o mais importante é saber se houve documentação perdida. Os bens são o de menos”, relata Jânio Resende, membro do Sitricom.

Um boletim de ocorrência foi registrado no 1º Distrito Policial, ainda na manhã deste sábado. Durante as diligências, os investigadores conseguiram imagens de dois suspeitos, registradas pelas câmeras de monitoramento do local. “Eles [bandidos] chegaram a quebrar seis câmeras, e também danificaram o computador onde imaginavam que ficariam arquivadas as imagens, mas o computador era outro, que fica numa sala em que eles não conseguiram entrar”, detalha o presidente do Sitricom.

Além das imagens dos dois invasores, a Polícia também conseguiu coletar suas digitais, o que deve facilitar ainda mais a identificação dos criminosos.

A estimativa é que o laudo da perícia saia dentro de dez dias.

Suspeita de crime político

O diretor administrativo e financeiro do sindicato, José Gomes Marques, afirmou que a tesouraria foi completamente revirada. Ele suspeita que a invasão do prédio teve motivação política, tendo em vista que a entidade passará por eleições em breve.

Esta é a terceira vez que o Sitricom é alvo de bandidos. Há alguns anos o local foi invadido por assaltantes, que mantiveram membros da diretoria reféns por quase uma hora.

Após esse episódio foram colocadas portas giratórias no prédio. Meses depois, porém, a sede foi invadida.

Portal ODia

, , , ,

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas