Casal acusado de maltratar criança de 4 anos é solto pela audiência de custódia imprimir publicado em: 10 / 12 / 2015

Nesta quarta-feira (09), um casal foi preso pelos policiais militares do 9º batalhão acusados de violência doméstica e maus tratos contra uma criança de quatro anos no bairro Santa Bárbara, na zona Leste de Teresina.

A menina, que é deficiente auditiva e também não fala, estaria sem comer há quatro dias, com vários hematomas pelo corpo e indícios de que estaria sendo abusada sexualmente. O principal suspeito pelos crimes é o padrasto identificado apenas por Erinaldo.Casal acusado de maltratar criança de 4 anos é solto pela audiência de custódia

Após serem conduzidos para a Central de Flagrantes, os dois passaram pela audiência de custódia e foram liberados pelo juiz, caso que deixou muitos envolvidos revoltados. “Eles foram presos em flagrante por violência domestica e por maus trato. O crime de estupro de vulnerável ainda não foi constatado, nós fizemos duas denúncias uma de lesão corporal e a outra de conjunção carnal. A de lesão corporal constatou lesões recentes e antigas na criança, inclusive essa criança sofre da síndrome da criança espancada, que é quando ela é espancada rotineiramente pelas pessoas que são responsáveis por ela. Então esse casal foi conduzido, feito o flagrante e encaminhado para a audiência de custódia e la o juiz concedeu a liberdade provisória”, afirmou o delegado chefe das delegacias especializadas, Jetan Pinheiro.

O delegado afirmou ainda que a polícia está no aguardo do resultado dos laudos, para poder realizar uma nova prisão. “Eles foram libertados mas com medidas cautelares como ficar afastado da criança em uma certa quantidade de metros. Mas quando retornar para a gente o laudo da conjunção carnal e se concretizar o estupro de vulnerável nós iremos representar pela prisão preventiva do casal. É um caso que nos choca, inclusive as duas delegadas da DPCA estão muito abalados a esse crime, mas infelizmente a gente tem que ficar preso a esse laudo, o juiz concedeu essa liberdade e não podia ter concedido, tinha que esperar o resultado”, desabafou.

Bom Dia Meio Norte

, ,

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas