Centro de Parto Normal de Parnaíba já realizou mais de vinte partos imprimir publicado em: 25 / 07 / 2018

Contrariando a recomendação da Organização Mundial da Saúde – OMS, o Brasil é um dos líderes em procedimentos cesarianos, que trata-se da utilização de cirurgia para o parto. Mas essa realidade passou a mudar. Parnaíba tem um desses exemplos de evolução quanto ao parto humanizado. O Hospital Estadual Dirceu Arcoverde possui o Centro do Parto Normal – CPN, que já realizou mais de vinte partos normais.

Janailda Furtado, coordenadora de enfermagem do Pronto Socorro do Heda, disse que as puérperas que já utilizaram os serviços do local, deixam muitas mensagens de carinho e são gratas pelo atendimento recebido. “É um serviço diferenciado, que acolhe além da gestante, a sua família”.

O Centro de Parto Normal possui todos os equipamentos adequados para um bom atendimento. Além da estrutura, os profissionais, além de capacitados para um bom atendimento, tornam o local, um ambiente acolhedor. Cada paciente tem direito a um quarto individualizado, com cama, berço, espaço para atividades de fisioterapia, banheira, dentre outros.

A coordenadora do Centro do Parto Normal, Morgana Teles, explicou que a gestante entra através do Centro Obstétrico, onde será acolhida e deverá passar por uma triagem. A partir disso, são atendidos alguns critérios. Para adentrar na CPN, o médico avalia e a encaminha para o local, acompanhada por uma enfermeira da obstetrícia até a recepção da CPN.

“A equipe é composta por dois técnicos em enfermagem e um enfermeiro obstétrico para acolhê-la e a partir daí, inicia-se todo um manejo, um partejo, aquela coisa mais única com a parturiente e a família, envolvendo no processo do trabalho de parto”, informou Morgana.

Durante toda a estada, a parturiente fica próximo à família e a criança durante as 24 horas. Após esse período, ela é reavaliada pelo obstetra e a pediatra também avalia o bebê. Também há uma avaliação por parte de uma fonoaudióloga para acompanhar a criança.

A mãe do pequeno Eliabe, a senhora Valdilenia Marcelino relatou que desde o momento em que foi acolhida pela equipe do Hospital Dirceu até o pós parto, teve um atendimento de excelência. “Fui muito bem recebida, tanto pelos enfermeiros como também pela gestão. A equipe sempre se manteve próxima, indicando a melhor forma para o nascimento do bebê. Foram usados equipamentos, recebi massagens, além dos aconselhamentos”.

Por Tacyane Machado – Blog Extra Parnaíba

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas