Corpo de Bombeiros alerta sobre choque elétrico em construção civil imprimir publicado em: 25 / 07 / 2019

Os riscos potenciais próprios ao trabalho em altura e medidas de prevenção e controle foram assuntos discutidos durante o programa Costa Norte Manhã desta quarta-feira (24/07), com o oficial do 2° Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar do Piauí, o tenente David Freitas, que teve o acidente de trabalho com Raimundo Nonato Cardoso Cruz, 34 anos, como exemplo do que não deve ser feito. Já que o trabalhador morreu pela ausência de Equipamento Coletivo de Segurança.

O tenente do Corpo de Bombeiros Militar, tenente David, destacou que a Norma Regulamentadora 35 deve ser observada quando o trabalho estiver relacionado com altura, bem como destacou a responsabilidade de empresários e a existência de órgãos de fiscalização. Vale ressaltar que em situações de trabalho em alturas a distância de fiações da rede elétrica devem ser de três metros na vertical e de dois metros na horizontal, o que não correspondia a realidade.

Por ocasião da entrevista, o tenente David Freitas recomendou mais cuidados aos trabalhadores e compromisso dos responsáveis das obras de Construção Civil. A voltagem dos fios de alta tensão, confirmou David Freitas, corresponde a 13 mil volts, sendo esta descarga sofrida no tórax por Nonato Cruz. Uma recomendação importante antes de qualquer medida, é comunicar a concessionária de energia seja procurada para dar orientações e se necessário for, fazer o isolamento.

Tenente David Freitas, do 2º Batalhão de Bombeiros Militar do Piauí.

O tenente David disse ainda que o Corpo de Bombeiros Militar está à disposição para realização de palestras sobre segurança no trabalho para que trabalhadores e responsáveis tenham mais consciência sobre esta realidade e como proceder da melhor forma.

Conscientização

Há uma supervalorização do trabalho em detrimento do trabalhador; mas um trabalhador bem equipado e seguro não resulta em perdas; pois não ter qualidade na estrutura e execução da tarefa corresponde a grande prejuízos para a empresa e para o profissional. Ter qualidade não é prejuízo nenhum.

Por Daniel Santos | Portal Costa Norte

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas