Diretoria do Hospital Dirceu desmente morte de criança por vírus influenza imprimir publicado em: 12 / 04 / 2019

Um áudio informando de um quadro grave de surto de vírus influenza, que deixou crianças entubadas em estado grave e que vinte e três pacientes estão em situação de risco, além de um óbito, corresponde a uma falsa informação, segundo a Diretoria do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA).

Diretora Adrízia Fontenele

O áudio partiu de uma funcionária que, segundo a diretora Adrízia Fontenele, desvirtuou uma informação. Ainda segundo Adrizia, é fato que há doenças sazonais e que a gravidade de alguns se deve a falta de cuidados simples dos pais, como higiene, para com seus filhos. Para desmentir a informação a Diretoria emitiu nota:

“NOTA DE ESCLARECIMENTO

HOSPITAL ESTADUAL DIRCEU ARCOVERDE

Nos primeiros meses do ano há uma tendência do aumento do número de casos de síndrome gripal. Isto ocorre todos os anos e em 2019 o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde registrou novamente esta tendência, conforme previsto e vem preparando sua equipe para prestar os atendimentos necessários à população. A pesquisa viral faz parte da rotina de cuidado dos pacientes e vem sendo realizada conforme as orientações assistenciais do Ministério da Saúde. Não temos identificação de nenhum caso de vírus influenza e o aumento do número de casos com critérios de gravidade é esperado pelo aumento da população atendida no hospital. Em relação aos cuidados para prevenção a orientação é que seja realizado o cuidado rotineiro com higiene das mãos e vacinação conforme o Programa Nacional de Imunizações. Este é o momento de seguir os cuidados que já se deve ter durante todo o ano para evitar a transmissão das doenças respiratórias. Não é o momento para pânico injustificado.

Atenciosamente;

Adrizia Fontenele
Diretora”

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas