GAECO deflagra segunda fase da ‘Operação Escamoteamento’ imprimir publicado em: 24 / 10 / 2017

No início da manhã desta terça-feira (24/10), o Ministério Público do Estado do Piauí deflagrou a 2ª Fase da Operação Escamoteamento, com o objetivo de dar cumprimento a seis mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva expedidos pelo Juiz de Direito da Comarca da cidade de Cocal.

Operação Escamoteamento (Crédito: Reprodução/CGU)

A 2ª Fase da Operação Escamoteamento trata-se de um desdobramento da operação ocorrida em 07 de abril deste ano e também possui o objetivo de combater crimes de fraude a licitação, crimes contra a Administração Pública, organização criminosa e lavagem de dinheiro, consumados no município de Cocal, durante os anos de 2013 a 2015.

Os mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva estão sendo cumpridos nos municípios de Cocal, Campo Maior e Tianguá (CE).

Segundo informações do delegado geral da Polícia Civil do Piauí, Riedel Batista, até o momento três pessoas foram presas, duas em Cocal da Estação e uma em Campo Maior, mas outros mandados estão sendo cumpridos. Os detidos são envolvidos diretamente com licitações das prefeituras dos municípios.

Operação Escamoteamento (Crédito: Reprodução/CGU)

A operação está sendo realizada por intermédio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado – GAECO, e a Polícia Civil do Estado do Piauí, por meio do Grupo de Repressão ao Crime Organizado – GRECO, em parceria com a Polícia Rodoviária Federal, a Polícia Militar, o Tribunal de Contas da União, a Controladoria Geral da União e o Tribunal de Contas do Estado do Piauí.

Meio Norte

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas