Homem decepou braço de garoto na localidade Barra do Longá, zona Rural de Buriti dos Lopes por causa de melancias, revela delegado | Chamada Geral de Parnaíba -
Homem decepou braço de garoto na localidade Barra do Longá, zona Rural de Buriti dos Lopes por causa de melancias, revela delegado atualizada atualizada em: 8 de agosto de 2018 comentarios 0 comente agora rss RSS

O homem suspeito de decepar o braço de um menino de 9 anos em Buriti dos Lopes, iniciou a confusão por causa de melancias. Pelo menos é isso o que ele alegou ao delegado Maikon Kastener logo após a prisão em flagrante, em Parnaíba. O plantonista informou que Luis Carlos da Conceição, conhecido como “Lulu”, disse que não queria que os garotos roubassem as melancias do terreno dele.

“Ele alega que as crianças estavam tentando comer as melancias dele. Basicamente isso. Ele não gostou de ver os meninos no terreno dele, pegou o facão e foi atacar todos, uns correram, mas o menino não conseguiu fugir e foi atacado. A criança foi para a UTI e requeri um exame de corpo de delito para que eles possam passar a situação mais detalhada sobre o menino”, explicou nesta segunda-feira (06/08).

Lulu foi preso suspeito de golpear com facão um menino em Buriti dos Lopes

As investigações continuam, mas o caso aconteceu durante a tarde de sábado (04/08) na localidade Barra do Longá, zona Rural de Buriti dos Lopes. Após o crime, ‘Lulu’, que teria histórico de problemas psiquiátricos, tentou fugir, mas foi cercado por moradores e agredido. A Polícia Militar interviu na tentativa de linchamento e prendeu o suspeito, levando-o para Parnaíba. Ele ficou com ferimentos no rosto.

Já a criança, sofreu cortes nos dois braços, na cabeça e em outras regiões do corpo. Gravemente ferido, o menino foi encaminhado para a UTI do Hospital Dirceu Arcoverde (HEDA), também em Parnaíba, onde está internado. Ele sofreu uma fratura exposta, cortes profundos no braço esquerdo e corre o risco do membro ser amputado.

Segundo o delegado à reportagem, o garoto de iniciais C.A.F.C estava com um grupo de amigos e tentavam apenas chegar a uma lagoa da região.

“Os garotos negaram o que ele alegou. Disseram que foram para pescar em uma lagoa da região. Mas, para chegar lá, eles teriam que passar por esse terreno dele. Eles passaram, disseram para a gente que já estavam acostumados a fazer isso [ir para lagoa] e ele não gostou. A versão das crianças foi essa, era um grupo grande de umas 5 ou 6 entre crianças e adolescentes com ele [garoto ferido]. Ele puxou o facão e todo mundo correu”, finalizou Maikon Kestener ao OitoMeia.

A SAÚDE DO MENINO

De acordo com a assessoria do HEDA, o menino segue internado na unidade de saúde. Ao chegar ao hospital, o menino passou por uma cirurgia e foi entubado. Nesta segunda-feira (06), o garoto já respira sem ajuda de aparelhos, apresentou uma melhora nas últimas 24 horas e está consciente.

Ainda segundo o boletim, um médico vascular continua observando a situação do braço da vítima.

Por: Lorena Passos Oito e Meia

divisao

0 comentário Comente agora!

publicidade

redes sociais

publicidade