Marcos Samarone comenta pesquisa Costa Norte/Amostragem imprimir publicado em: 17 / 12 / 2019

O vice-prefeito de Parnaíba, Marcos Samarone concedeu entrevista durante a edição desta terça-feira (17) do Jornal da Costa Norte. Na ocasião, ele comentou o resultado da pesquisa Costa Norte/Amostragem que o coloca em sexto lugar em um dos cenários na corrida pela Prefeitura Municipal de Parnaíba, no pleito eleitoral do ano de 2020, com 1,25% das intenções de voto.

“Eu vejo que boa parte da população não tem interesse na política. Então meu nome aparecer (na pesquisa) mesmo assim, para mim é uma grande satisfação”, pontuou. Em seguida, Samarone comentou que também que não definiu se será candidato, mas afirmou haver uma possibilidade de “quase 90%” de colocar a candidatura. A definição deve ser anunciada no início do ano.

O atual vice-prefeito comparou a polarização política em Parnaíba com um clássico do futebol nacional. “É como se fosse um Fla-Flu. Quando as pessoas verem os problemas sociais da cidade, que são graves, e que aqueles que polarizam já estiveram no poder e pouco fizeram no que diz respeito a educação e saúde, eu acredito que (as intenções de voto) vão mudar muito”, argumentou.

Marcos Samarone disse ainda que em nenhum momento sentiu-se frustrado por não ter conseguido espaço dentro da gestão do prefeito Mão Santa, sobretudo após o rompimento entre ambos ocorrido nos primeiros meses do mandato. “Quando eu vejo uma pessoa governar só pra uma parcela da população meu senso de justiça não me permite participar de uma gestão desse tipo”, explicou.

Reforçando o tom de críticas à administração municipal, ele disse: “Eles tiram a coisa mais importante que o ser humano tem que ter que é a liberdade. Hoje se você quiser um emprego em Parnaíba não precisa fazer um currículo bonito não, basta tirar uma foto com o Samarone que alguém vai te chamar”.

Antes de encerrar, o vice-prefeito disse que não dialogou com nenhum outro possível candidato do bloco de oposição, exceto Deusimar Tererê. “Eu tenho conversado com o Tererê e falei a ele: você seria o vice dos meus sonhos. Com os demais não houve nenhuma tratativa sobre política”, finalizou.

Por Daniel Saturnino | Portal Costa Norte

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas