Moro anuncia ação da PF contra a corrupção e é indagado: “Já ouviu o áudio do Queiroz?” imprimir publicado em: 24 / 10 / 2019

Alinhado ao bolsonarismo, o ministro da Justiça, Sergio Moro, finge que não vê os casos suspeitos de corrupção que envolve o clã de seu chefe, mas tem sido cobrado por seguidores das redes sociais a abrir os ouvidos para o áudio divulgado pelo jornal O Globo nesta quinta-feira (24) que mostra que o Fabrício Queiroz continua na ativa, loteando cargos no Congresso em nome do ex-patrão, o senador Flávio Bolsonaro.

Ao anunciar a “ação da PF contra a corrupção” no Twitter, Moro foi indagado por seguidores: “Já ouviu o áudio do Queiroz?”.

Aline Costa também comentou a publicação de Moro, convidando o ministro ao acessar um “caso quentíssimo de corrupção”, caso “tenha um tempinho”, compartilhando repercussão da reportagem no Portal G1.

Investigado pelo Ministério Público do Rio por suposta prática da rachadinha quando comandou o esquema de nomeações no gabinete de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), Fabrício Queiroz não negou o áudio revelado pelo jornal O Globo em que ele usa o nome do ex-patrão para falar sobre indicações de cargos na Câmara e no Senado e diz ter “algum capital político” para tal.

“[Queiroz] vê com naturalidade o fato dele ser uma pessoa que ainda detenha algum capital político, uma vez que nunca cometeu qualquer crime, tendo contribuído de forma significativa na campanha de diversos políticos no Estado do Rio de Janeiro”, diz a nota enviada ao jornal.

Veja mais repercussões sobre a publicação de Moro

Revista Fórum

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas