Padrasto é preso acusado de estuprar enteada de 12 anos na cidade de Luís Correia imprimir publicado em: 22 / 01 / 2020

Um padrasto identificado como Adão de Sousa, acusado de abusar sexualmente de sua enteada de apenas 12 anos no bairro Cearazinho, localizado em Luís Correia, no Litoral do Piauí, foi preso nesta terça-feira (21) por uma equipe da Polícia Civil.

A Polícia Civil apurou que os abusos sexuais ocorriam desde o mês de dezembro, quando a mãe da vítima passou a ficar o dia todo fora de casa devido ao trabalho. A mãe da jovem começou a desconfiar dos abusos quando o suspeito passou a presentear a jovem e em seguida, iniciou a tratar ela de forma diferente.

Ainda segundo polícia, os abusos ocorriam na residência onde todos os três moravam. A mãe da vítima saia para trabalhar e o suspeito se aproveitava do momento em que ficava sozinho com a jovem de 12 anos para abusar dela. Em uma das situações, a garota chegou a ser amarrada com lençóis.

A Polícia Civil tomou conhecimento do caso, quando a jovem saiu de casa pela noite, sem o acusado perceber e se deslocou até a residência de sua irmã mais velha, onde contou sobre o que acontecia. Após isso, o acusado fugiu e estava foragido desde dezembro.

O suspeito foi preso na madrugada de ontem e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Luís Correia.

GP1

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas