Pescadores da Pedra do Sal se reúnem para discutir a pesca do Camurupim e ameaça de extinção atualizada atualizada em: 5 de julho de 2018 comentarios 0 comente agora rss RSS

A reunião foi solicitada pelos pescadores para compreensão da Portaria que apresenta a “Lista Nacional Oficial de Espécies da Fauna Ameaçadas de Extinção – Peixes e Invertebrados Aquáticos” e entender o futuro da atividade pesqueira, pois se sentem prejudicados com o documento que indica o camurupim como espécie ameaçada, na categoria “Vulnerável (VU)”.

Como proposta de trabalho os gestores da Área de Proteção Ambiental (APA) Daniel Castro e Patrícia Claro explicaram que a queda da produção pesqueira extrativa é um fato global, e não local. Durante a apresentação, informaram que a Portaria é uma ferramenta para a recuperação de estoques pesqueiros, trazendo benefício sócio econômico e ambiental. Além disso, as normas estabelecidas permite o Uso Sustentável das espécies Vulneráveis, mediante apresentação do plano de manejo.

“Então não estamos falando de proibição da pesca, e sim, ampliar informações sobre a espécie e discutir de forma participativa um plano de manejo para o camurupim”, afirmou Daniel Castro, gestor da APA.

Ficou definido que serão organizadas oficinas (Professores, alunos, pescadores, Equipe do Projeto Rotas e APA/ICMbio), para viabilizar o diálogo entre o conhecimento científico sistematizado e o conhecimento ecológico local para ampliar informações sobre o ciclo de vida do camurupim, e com isso, iniciar um processo de construção do plano de manejo para a espécie.

Com informações da assessoria de imprensa do ITD

divisao

0 comentário Comente agora!

publicidade

redes sociais

publicidade