Prefeitos do MA que deixam crianças usarem pau de arara deveriam ser presos imprimir publicado em: 05 / 12 / 2015

Pau de arara ainda é muito usado no MA

Pau de arara ainda é muito usado no MA

Na manhã desta quarta-feira (02), representantes do Ministério Público do Maranhão (MPMA), Ministério Público de Contas e Controladoria Geral da União (CGU), apresentaram o resultado da Operação Pau de Arara, que investigou e fiscalizou irregularidades no transporte escolar em cidades do Maranhão.

Nesta etapa da ação, os municípios de Grajaú, Sítio Novo, entre outros foram diagnosticados desempenhando serviços precários de transporte escolar, mesmo sendo aplicado mais de R$ 25 milhões com essa finalidade.

Diversas provas das irregularidades, através de imagens e informações colhidas durante a operação, foram apresentadas. Além disso, os problemas identificados, de fato, levam e expõem os estudantes a situações de risco.

Os municípios de Cachoeira Grande, Presidente Vargas, São João do Sóter, Caxias, Vargem Grande, Governador Edson Lobão, Anajatuba e Presidente Juscelino já foram alvos durante etapas anteriores da operação, que integra o Programa Interinstitucional “Educação de Qualidade: Direito de Todos os Maranhenses”.

Vale lembrar que o Maranhão já protagonizou uma grande tragédia envolvendo justamente a utilização de pau de arara como transporte escolar. Foram oito estudantes mortos quando retornavam da escola na cidade de Bacuri em abril de 2014.

Até hoje, as famílias lutam por justiça e para que novas vítimas não sejam feitas. Nenhum dos gestores ou envolvidos no caso foram presos e o processo se arrasta na justiça.

O fato é que operações como essa, devem ir além de apenas fiscalizar e, também, servir para que sejam colocados atrás das grades quem brinca e faz pouco caso com as vidas de milhares de estudantes.

O dinheiro comprovadamente existe, mas por qual motivo não está sendo aplicado como deveria? Por que em pleno 2015 ainda temos que brigar para que direitos básicos sejam respeitados? É lamentável!

Blog do Luís Pablo

, , ,

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas