Professor de matemática é preso em ação da Polícia Civil por estuprar a própria enteada imprimir publicado em: 26 / 06 / 2018

Um professor de matemática da rede estadual, identificado como Francisco Alves do Nascimento Filho, foi preso na manhã dessa segunda-feira (25), no bairro Pedra Mole, acusado de estuprar a enteada no ano de 2010, em Teresina. Ele foi condenado a 12 anos de prisão.

De acordo com o delegado Luciano Alcântara, coordenador da Divisão de Capturas (Dicap), a prisão ocorreu em continuação à Operação “Glosbe”, deflagrada no último dia 19 de junho, onde foram presas duas pessoas por tráfico de drogas e um tenente do Corpo de Bombeiros do Piauí, condenado por estupro de vulnerável.

Foto: Marcelo Cardoso/GP1 – Delegado Luciano Alcântara

“O processo é de 2010 e o mandado de prisão foi expedido em 2018. Ele foi condenado a 12 anos de cadeia e teria estuprado a filha da ex-companheira dele. Ele tinha um relacionamento com a mulher e teve relação com a filha dela. Ele foi preso em casa e não reagiu”, destacou o delegado.

Com a prisão de Francisco Alves do Nascimento Filho a Divisão de Capturas encerrou a primeira fase da Operação “Glosbe”. “Ele era um dos alvos da operação, mas a gente não conseguiu prendê-lo, pois ele não foi localizado, então a prisão foi feita ontem por volta de 11h. Essa operação provavelmente a gente vai seguir com ela”, pontuou.

GP1

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas