Quilo do peixe pode custar até R$ 57,00 no período da quaresma imprimir publicado em: 26 / 02 / 2020

A Quaresma é o período de 40 dias que se inicia com a Quarta-feira de Cinzas, 26. Neste período, os cristãos guardam as quartas e sextas feiras, e evitam comer carne vermelha optando por peixes, ovos e frangos. Este ano os peixes podem variar entre de R$10,00, tambaqui, a R$57,00 o salmão.

Claudemir Castro tem 45 anos e há 25 anos trabalha com vendas de frutos do mar em Teresina. Ele explica que as vendas já começaram a aquecer para a Quaresma e que os peixes mais procurados são pescados, tilápia, robalo, salmão e piratinga.

“Ano passado as vendas não foram boas. Estamos na expectativa de que este ano seja melhor, mas a gente vê que a cada dia vai diminuindo a procura aqui no mercado, não sei se tem muitos pontos de vendas, mas está caindo. Antes a gente enchia 3 caixas grande de peixes, hoje não. Mas esperamos que 2020 seja melhor”, conta Claudemir Castro.

Vendedores esperam superar o ano passado na venda do produto – Foto: Assis Fernandes/O Dia

Quaresma é a palavra utilizada para designar o período de 40 dias, quando os católicos realizam a preparação para a Páscoa, a mais importante festa do calendário litúrgico cristão, pois celebra a Ressurreição de Jesus, a base principal da fé cristã.

Nesse período, os fiéis são convidados a fazerem  um confronto especial entre suas vidas e a mensagem cristã expressa nos Evangelhos. Esse confronto deve levar o cristão a aprofundar sua compreensão da Palavra de Deus.

Na casa da Maria José Sousa de 60 anos, a família tem a tradição de não comer carne na quarta e na sexta-feira durante a Quaresma. Por isso, a dona de casa iniciou as compras com antecedência.

“Eu sou católica e na minha família a gente segue à risca a Quaresma. Este ano já comecei a comprar peixes, vou levar piratinga, tambaqui e branquinho. Só que tem um filho meu que não come peixe, então faço frango, gosto de frango fresco. Pra mim preço do peixe está igual ao do ano passado, não mudou muito”, diz Maria José Sousa.

Por: Sandy Swamy | Portal ODia

,

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas