Segunda etapa do perímetro Tabuleiros Litorâneos será retomada | Chamada Geral de Parnaíba -
Segunda etapa do perímetro Tabuleiros Litorâneos será retomada atualizada atualizada em: 8 de agosto de 2018 comentarios 0 comente agora rss RSS

As obras da segunda etapa do projeto de irrigação Tabuleiros Litorâneos, no município de Parnaíba (PI), serão retomadas. Um aporte de R$ 54 milhões foi assegurado pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), que responde pela execução e supervisão dos trabalhos. O órgão é vinculado ao Ministério da Integração Nacional. A ordem de serviço para reiniciar as atividades foi assinada, nesta sexta-feira (3), com a presença do presidente da República, Michel Temer, e do ministro da Integração Nacional, Pádua Andrade.

A segunda etapa do projeto consiste na construção da rede de irrigação, constituída de canais e tubulações que levarão água aos lotes. Também estão inclusos cerca de 60 quilômetros de acesso viário ao longo dos canais, redes de drenagem e infraestrutura para transmissão e distribuição de energia. Todo o empreendimento abrange uma área de 2.365 hectares voltada a pequenos produtores, outros 1.634 hectares destinados a agrônomos e técnicos agrícolas, além de 1.586 hectares para unidades empresariais, totalizando 5.585 hectares.

Com a conclusão das obras, o projeto Tabuleiros Litorâneos terá cerca de 430 lotes agrícolas irrigados. A expectativa é saltar de um patamar de 900 empregos diretos para 6 mil postos de trabalho no perímetro. A receita bruta total dos agricultores, que foi de R$ 34,5 milhões em 2017, tende a ultrapassar os R$ 127 milhões a partir da plena operação dos lotes.

Já em atividade, a primeira etapa do perímetro capta água no Rio Parnaíba por meio de um canal com 1.300 metros, até a estação de bombeamento. Depois, bombas impulsionam a água da adutora ao reservatório para, assim, seguir por gravidade em canais para distribuição nos lotes. Atualmente, nos cerca de 1.400 hectares já irrigados são produzidos acerola, abacaxi, banana, manga, goiaba e outras frutas, inclusive com grande volume para exportação.

Ascom

divisao

0 comentário Comente agora!

publicidade

redes sociais

publicidade