Senac oferta 600 vagas no Programa de Aprendizagem no Piauí imprimir publicado em: 29 / 01 / 2019

Na manhã dessa terça-feira (29), o Senac lançou o edital do Programa de Aprendizagem Senac para o ano de 2019 em uma cerimônia na sede do Senac Piauí. As empresas que desejam ser parceiras do programa devem se cadastrar de forma online. Estão sendo ofertadas 15 turmas, com 600 vagas nas cidades de Teresina, Parnaíba, Picos e Floriano.

A diretora regional do Senac Piauí, Elaine Dias, contou em entrevista ao GP1 que jovens de 16 a 18 anos que estudam em escolas da rede pública podem participar do programa. “Os alunos são selecionados pelas próprias empresas, então eles devem procurar as próprias empresas. Essa seleção não é feita pelo Senac, ela é feita pela própria empresa. No decorrer do ano a gente recebe currículos porque disponibilizar para algumas empresas caso seja necessário”, afirmou.

A Lei da Aprendizagem estabelece que as empresas tenham de 5% a 15% das vagas de trabalho destinadas aos jovens aprendizes. O programa então serve como um apoio educacional com aulas que capacitam os adolescentes. Denis Cavalcante, vice-presidente do Fecomercio Piauí, explicou como os alunos conciliam as aulas do colégio com o programa:

“No primeiro turno o jovem frequenta a escola, o que não poderia ser diferente. No outro turno, durante três dias ele vai para a empresa para viver a realidade do dia-a-dia e nos outros dois dias ele vem aqui para o Senac, onde ele vai aprender cursos nas mais diversas áreas do comércio”, disse Denis Cavalcante.

Durante a cerimônia, o ex-aluno do Programa de Aprendizagem Senac, Gerson de Jesus, contou que entrou no programa com 16 anos e atualmente é gerente de uma empresa. “O programa jovem aprendiz é importante porque mostra para nós jovens o futuro que a gente deve trilhar. Quando eu tinha 16 anos eu não tinha muito noção do que eu iria ser na minha vida, mas quando eu entrei no programa através dos professores e da convivência na empresa, eu pude compreender que a vida é muito mais que um quadrado”, disse.

GP1

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas