Taxista é morto com três facadas na nuca dentro de veículo imprimir publicado em: 28 / 11 / 2015

Um taxista, identificado como Pedro de Jesus Lima, de 60 anos, foi morto na Vila Carlos Feitosa, região do Parque Lagoas do Norte, na tarde de hoje (27). Ele foi atingido com três facadas, na nuca, dentro do veículo no qual trabalhava.

O taxista assassinado fazia linha na unidade 84 da cooperativa Nosso Táxi. A policia informou que o homem foi vítima de um latrocínio, roubo seguido de morte. Ele morreu numa rua ao lado do 9º Batalhão da Polícia Militar, no São Joaquim, na zona Norte da cidade.3 Taxista é morto

Os taxistas tentaram localizar o assassino de Pedro. Francisco das Chagas disse que a classe tem como objetivo matar o assassino do companheiro. “Vamos matá-lo com certeza, não estão querendo da para nós bandeira dois no natal e, enquanto isso corremos o risco de ser assassinados”, desabafou, ainda na tarde de sexta-feira.

Os taxistas acompanharam todo o movimento que a Polícia Militar fez para conseguir prender o assassino. As ruas do São Joaquim estavam todas ocupadas por taxistas tentando localizar o assassino. Depois, os taxistas seguiram para o prédio da Central de Flagrantes, na zona Sul da capital. Eles interditaram a Rua Coelho de Rezende, atearam fogo em pneus e exigiram a presença do secretário estadual de Segurança Pública, Fábio Abreu. O clima ficou tenso por volta das 19h30.1 Taxista é morto

O comandante do 9º batalhão da Policia Militar, Coronel Vicente Carlos, afirmou que o taxista estava estava trazendo o assassino no banco traseiro do veículo como passageiro. Aparentemente, quando foi anunciado o assalto, ele se dirigiu para o nono batalhão, como uma estratégia de segurança, mas antes o assassino deu 3 facadas na sua nuca, morrendo na hora. O taxista tentou ainda fugir, mas não obteve exito. “Ele desceu na rua um e bateu o carro e morreu em seguida”, declarou o coronel Vicente Carlos, adiantando que o assassino mora na Vila Santo Anfonso, onde estão sendo realizadas diligências.

APREENSÃO DO ASSASSINO

O coordenador de Comunicação Social da Polícia Militar (PM), major John Feitosa, informou às 21h30 que os policiais militares apreenderam na noite de sexta-feira um adolescente de 16 anos, de iniciais P.H., acusado de ter assassinado o taxista Pedro de Jesus Lima, de 60 anos, morto durante tentativa de assalto na Vila Carlos Feitosa, na zona Norte de Teresina.2 Taxista é morto

P.H., cuja fotografia foi divulgada na noite de sexta-feira na página Plantão Policial no Facebook, foi preso no bairro Matinha, na zona Norte de Teresina. Ele ainda tentou despistar a polícia ao fingir que estava jogando bola.

Em depoimento à polícia, P.H. disse que não matou o taxista para roubar, mas para se vingar. Segundo o assassino, o taxista havia transportado dois homens para matá-lo. Ele disse que identificou o taxista e tramou a vingança.

O adolescente apreendido foi levado para o Greco (Grupo de Repressão ao Crime Organizado), no bairro Três Andares, na zona Sul de Teresina.

Ele não foi levado para a Central de Flagrantes porque o prédio estava cercado pelos taxistas, que queriam vingar a morte do colega de trabalho.

O adolescente foi levado ao Centro Educacional Masculino (Cem), no bairro Itaperu, zona Norte da capital

VELÓRIO NO ACARAPE

O corpo do taxista, que era aposentado da Eletrobras Distribuição Piauí, ocorre na madrugada em sua casa no conjunto Acarape, perto de onde ele foi assassinado.

Por: Efrém Ribeiro | Jornal do Meio Norte

, , ,

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas