Vídeo mostra suposto diálogo entre segurança de Bolsonaro e Adélio antes da facada: “agora não dá” imprimir publicado em: 10 / 01 / 2019

O vídeo, até então inédito, foi gravado bem próximo o tumulto e mostra um dos homens que faziam a segurança de Bolsonaro aparentemente conversando com Adélio Bispo de Oliveira, que minutos depois faria o ataque ao então candidato à presidência; novas imagens reforçam tese levantada no documentário “A Facada no Mito”.

Um vídeo que está circulando nas redes sociais nesta quinta-feira (10) mostra detalhes do tumulto que ocorreu antes do então candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), levar uma facada durante ato de campanha na cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais, durante o primeiro turno das eleições.

O vídeo, até então inédito, foi gravado bem próximo o tumulto e mostra um dos homens que faziam a segurança de Bolsonaro aparentemente conversando com Adélio Bispo de Oliveira, que minutos depois faria o ataque ao capitão. “Calma, cara. Calma. Agora não dá”, diz o segurança, olhando para trás, onde está Adélio.

Neste fim de ano, alguns dias antes da posse, o documentário “A Facada no Mito” trouxe à tona novamente o assunto, com uma análise de imagens que mostram uma suposta articulação entre seguranças de Bolsonaro e Adélio Bispo de Oliveira, que está preso acusado do atentado.

O vídeo mostra o comportamento da equipe de segurança, levanta questões relacionadas à “logística” em torno do autor, relembra dúvidas em torno do atendimento e contradições em torno das reações de pessoas próximas a Bolsnoaro. O documentário, assim como o vídeo inédito, também mostra imagens de seguranças de Bolsonaro aparentemente pedindo “calma” a Adélio. Assista aqui.

Revista Fórum

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas