Bolsonaro pede providências contra servidor que o criticava no Facebook

Jair Bolsonaro ficou enfurecido ao receber um compilado de postagens feitas nas redes sociais por um anônimo superintendente da Receita Federal do interior da Bahia.

Presidente Jair Bolsonaro durante encontro com Clifford Sobel, ex-embaixador dos Estados Unidos no Brasil | Alan Santos/PR

As publicações revelavam preferências ideológicas desalinhadas com o Palácio do Planalto.

No Facebook, ele esculhamba o governo, critica Bolsonaro e exalta Chico Buarque — na tortuosa visão do presidente, uma grave infração.

Bolsonaro mandou José Tostes, o secretário especial da Receita Federal, tomar pé do assunto e resolvê-lo.

POR GABRIEL MASCARENHAS | O GLOBO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.