Ciro Nogueira não acredita em aliança entre Mão Santa e Rafael Fonteles

O ministro-chefe da Casa Civil e senador licenciado Ciro Nogueira (Progressistas), se manifestou na tarde desta sexta-feira (07), sobre uma tentativa de aproximação do pré-candidato a governador pelo PT e secretário da Fazenda Rafael Fonteles com o prefeito de Parnaíba, Mão Santa (DEM).

Um interlocutor governista havia informado em dezembro do ano passado que estava havendo uma conversa entre a filha de Mão Santa, a secretária Gracinha Moraes Souza e Rafael Fonteles, e que o secretário da Fazenda estava se empenhando para conquistar o apoio do prefeito de Parnaíba.

Para Ciro Nogueira, não há a mínima possibilidade de uma aliança entre o prefeito de Parnaíba e o secretário da Fazenda. “Mão Santa e PT é como água e vinho. Não se mistura”, garantiu o ministro-chefe da Casa Civil.

Ciro Nogueira confidenciou ainda que Gracinha Moraes Souza deve se filiar ao Progressistas para concorrer à uma vaga na Assembleia Legislativa nas eleições desse ano. “Ela deve se filiar [ao Progressistas]. Estou indo a Parnaíba daqui a pouco, até para conversar com ela”, afirmou Ciro Nogueira.

Mão Santa é bolsonarista

O principal entrave para um possível alinhamento entre Mão Santa e Rafael Fonteles é o apoio irrestrito e declarado do prefeito de Parnaíba ao presidente da República Jair Bolsonaro (PL), que é adversário ferrenho do PT e de demais partidos de esquerda.

Por: Nayrana Meireles e German Chaves | GP1