Confira os protocolos para reabertura de bares e restaurantes a partir da próxima segunda-feira (17)

O governador Wellington Dias (PT) assinou, no dia 13 de agosto, o decreto estadual nº 19.155/2020, estabelecendo os protocolos de segurança para reabertura dos serviços de alimentação e bebidas em geral e de turismo, que estão autorizados a funcionar a partir desta segunda-feira (17). As atividades estavam suspensas por conta da pandemia do novo coronavírus.

A partir do próximo dia 17, poderão reabrir “alojamentos (hotéis e similares), serviços de alimentação e bebidas com atendimento presencial e consumo no próprio estabelecimento, agências de viagens, serviços de turismo e organização de eventos (exceto culturais e esportivos) que atenderem simultaneamente às condições do Protocolo Geral e do Protocolo Especifico para o seu segmento”, diz o decreto.

Nesse momento ainda ficam suspensos os serviços de alimentação e consumo presencial em parques, zoológico, praias, bibliotecas e cachoeiras assim como os serviços de turismo nessas localidades.

Ainda segundo o decreto, as atividades de turismo também não foram liberadas em localidades que são consideradas com alto risco epidemiológico como regiões dos Cocais, Vale de Rios Piauí e Itaueira, Tabuleiros do Alto Parnaíba, Vale do Rio Guaribas, Chapada das Mangabeiras, que compreende as cidades polos de Piripiri, Floriano, Picos e Bom Jesus. As atividades econômicas nas regiões citadas devem seguir o cronograma de reabertura gradual previsto para 8 de setembro de 2020.

Serviços de alimentação e bebidas

De acordo com o protocolo específico para reabertura deste setor, tais estabelecimentos devem controlar o acesso de pessoas e dispor de sinalização (marcação no piso, por exemplo) na entrada e em pontos estratégicos para manter o distanciamento de 2 metros entre os clientes. No lado externo, caso tenha fila, deve-se providenciar proteção para sol e chuva.

Turismo

Já o protocolo específico da retomada do turismo estabelece que os órgãos governamentais federais, estaduais e municipais do setor turístico que atuam no Piauí devem incentivar o turismo com conscientização sanitária, envolvendo em suas ações preventivas e educativas, orientações sobre as medidas higienicossanitárias, bem como sua implantação e implementação nos pontos turísticos, principalmente aqueles de maior visitação.

GP1

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.