Eleições 2018: “Não estou só prometendo, já estou fazendo”, declara Wellington Dias após críticas em debate

Em entrevista ao GP1, no intervalo do debate realizado pela TV Cidade Verde, na tarde desta segunda-feira (03), o governador Wellington Dias falou sobre os ataques dos adversários que vem sofrendo em todos os debates que tem participado, além de destacar algumas propostas.

O governador disse que entende as críticas, pois todos querem a cadeira que ele ocupa hoje: “Eu já participei de outras campanhas e vejo com normalidade. O que eu peço a Deus é que me dê sempre a tranquilidade de ter a serenidade de perceber que são seis querendo a cadeira que ocupo hoje, e que concorro à reeleição. Vou tratar com todo o respeito, são pessoas que têm uma história, que têm as suas qualidades”.

Foto: Lucas Dias | GP1 | Wellington Dias no debate da TV Cidade Verde

Wellington afirmou que suas promessas não ficam só no papel. “A população quer saber o que que você tem de solução, de alternativa para os problemas que a população vive. Qual a vantagem que eu levo? Eu já não estou só prometendo, já estamos fazendo, boa parte das propostas apresentas já foram implementadas ou já estamos implementando. Quero seguir durante toda a campanha tratando todo mundo com respeito”, declarou.

Sobre as propostas, Wellington destacou que: “Nós vamos trabalhar o conjunto de programas, na verdade são 92 programas. A cidade tem que ter a mobilidade urbana, a saúde, a delegacia, e a gente falta ainda estruturar algumas coisas, garantir a estrutura de saúde, comunicação, ou seja, são 92 coisas e cada uma com o objetivo de dar resultado na educação, na expectativa de vida, e na renda”.

“Ao mesmo tempo, nós estamos inovando agora com uma mudança forte na segurança com essa classificação de alto, médio e baixo risco nessa área da saúde. Eu quero intensificar essa parte da descentralização casada com a telesaúde”, afirmou.

Wellington falou ainda sobre a educação e infraestrutura: “Estamos alcançando o patamar em todas as cidades ter creche, ensino fundamental até superior. A meta agora é para a pós graduação, poder ampliar para cada vez mais municípios, chegar até ao último município, e temos ainda nessa área relacionada a infraestrutura cujo o objetivo é garantir que a gente tenha aeroportos, um conjunto de rodovias para garantir o escoamento da nossa produção, tanto em alta velocidade como em carga pesada, 12 territórios de desenvolvimento, nós vamos trabalhar para desenvolver todas as regiões do estado, não concentrar o desenvolvimento, e é claro sempre com um olhar especial para os que mais precisam os mais pobres, ninguém pode ter dúvida”, relatou.

“Eleger o Wellington Dias é saber que vou trabalhar para todos, mas com um olhar especial para os que mais precisam”, garantiu.

Wellington disse ainda acredita em uma vitória ainda no primeiro turno: “Estou bastante animado, o Piauí tem hoje aproximadamente 55% da população que compreende que há um projeto de Piauí, na verdade não é o Wellington Dias, é um conjunto de líderes, de pessoas, que tem um pensamento de Piauí, veja que, enquanto o Brasil parou de investir nós ampliamos investimento, aqui não tem o teto para as despesas que dizem respeito a saúde, por exemplo, nós ampliamos, a educação nós ampliamos, a segurança. São mais de 1200 novos contratados, o que nós controlamos mesmo foram as despesas que são controláveis, a dívida e as outras nós reduzimos”, finalizou.

Por:
Wanessa Gommes
Débora Dayllin
Germana Chaves | GP1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.