Falta de vacinas contra febre aftosa prorroga prazo de campanha até sexta (10)

A vacinação é obrigatória contra a febre aftosa em rebanhos no Piauí. O prazo foi prorrogado até a próxima sexta-feira (10/06). A aplicação do imunizante no animal ganhou mais prazo devido ao acesso à vacina estar limitado quanto à disponibilidade; pois o Estado ficou sem as doses da vacina por um período.

Segundo Girllan Viana, coordenador da Unidade de Saúde Animal e Vegetal de Parnaíba (USAV), da Agência do Desenvolvimento Agropecuário do Piauí (ADAPI) tem a expectativa de imunizar 40 mil animais nos onze municípios que são de sua jurisdição. Só em Parnaíba são mais oito mil. O Piauí é livre da febre aftosa, mas com vacinação. O rebanho saudável e imunizado é o que pode ser comercializado.

Os criadores terão até o dia 30 de junho para realizar a certificação. Para a certificação do rebanho, o criador deve se dirigir a um dos escritórios da Adapi com a nota fiscal de compra da vacina e o Cadastro Ambiental Rural (CAR). (Por: Daniel Santos | Portal Costa Norte)