Grupo Raízes do Nordeste de Parnaíba é exemplo de inovação na Educação

Especial Manchetes

O grupo cultural Raízes do Nordeste, criado na Unidade Escolar Cândido Oliveira, no município de Parnaíba, foi uma das 178 instituições educacionais brasileiras reconhecidas como exemplos de inovação e criatividade na educação básica.
Grupo do Piauí é exemplo de inovação na Educação_01 O grupo tem atuação nos anos finais do ensino fundamental e ensino médio que trabalha de maneira independente com jovens da periferia, estimulando seu protagonismo e oferecendo o acesso e a vivência da arte de uma forma mais elaborada e conceituada. O Raízes do Nordeste atua em estreita parceria com a escola. O processo educativo é vivido internamente, nas pesquisas e criações de seus integrantes, e externamente, na oferta de atividades pedagógicas na comunidade.

De acordo com a coreógrafa do grupo, Fabiana Reis, esse reconhecimento pelo MEC através do Inovação e Criatividade na Educação Básica, estimula os integrantes a continuar e valorizar ainda mais o apoio recebido na escola. “Todas as nossas conquistas são super especiais. Estamos felizes e radiantes com essa seleção, no qual mais uma vez representamos Piauí. Dedicamos essa vitória a todos que nos auxiliaram durante esses doze anos de existência. Aos profissionais da Cândido Oliveira que sempre acompanha nossas conquistas e contribui para o nosso crescimento”, disse.

Inovação

As instituições foram selecionadas entre as 683 que participaram de chamada pública lançada pelo Ministério da Educação para identificar e conhecer iniciativas inovadoras para a melhoria da qualidade da educação brasileira.

Foto: Carlos Lustosa
Foto: Carlos Lustosa

Entre as entidades estão organizações não governamentais e escolas públicas e particulares. As organizações selecionadas traçam o perfil da inovação na educação do país. Elas estão presentes nas cinco regiões brasileiras e sua distribuição corresponde à da população: mais da metade (50,8%) está na Região Sudeste, seguida do Nordeste (21,9%), Sul (13,7%), Centro-Oeste (8,7%) e Norte (7,6%).

As práticas inovadoras participantes atingem todos os níveis de ensino da educação básica: 83 instituições desenvolvem propostas com crianças da educação infantil, 135 trabalham com alunos do ensino fundamental, 73 estão voltadas para adolescentes do ensino médio e 40 atuam na educação de jovens e adultos. No ensino médio, há inovação tanto na modalidade regular quanto no ensino técnico.

O Mapa da Inovação e Criatividade na Educação Básica aponta para uma transformação das escolas e dos ambientes educativos por todo o país, nos diferentes contextos socioeconômicos e com os mais diversos públicos. Nesse mapa estão relacionadas as 178 instituições educacionais inovadoras e criativas.

Ccom-PI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *