Homem é preso acusado de estuprar três crianças durante brincadeiras

Um homem de aproximadamente 20 anos foi preso pela Polícia Civil acusado de abusar sexualmente de três crianças na cidade de Miguel Alves, a cerca de 100 km de distância de Teresina. O suspeito utilizava brincadeira para atrair as garotas. As vítimas têm de 9 a 10 anos de idade.

A denúncia chegou à delegacia regional de Miguel Alves após as vítimas relatarem aos pais o ocorrido. Segundo o delegado Antônio Barbosa, titular da região, o homem é tio de uma das vítimas e vizinho das garotas. “Os pais tomaram conhecimento e comunicaram a gente. Aparentemente esses abusos já vêm acontecendo de um a dois anos, as crianças não sabem informar a data exata”, esclarece o delegado.

De acordo com o delegado, o acusado aproveitava o momento de brincadeira e estuprava as meninas. “Ele tinha a confiança do país. Ele as chamava para brincar de esconde-esconde e durante a brincadeira abusava. Pegava nas partes íntimas, botava a mão na boca delas para elas não gritarem, tentava penetrar, colocava a genitália dele para elas pegarem”, explica.

O delegado relata ainda que de acordo com as crianças, não chegou a haver penetração, mas ainda assim o caso se enquadra como um crime de estupro de vulnerável, já que a legislação diz, no Art. 217, que ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 anos configura o crime.

Segundo o delegado Antônio, o homem chegou a ameaçar a vida de uma das crianças com um punhal, obrigando ela a não contar para os pais ou qualquer outra pessoa que estava sendo abusada. As três garotas estão sendo acompanhadas por equipes do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e por psicólogos.

A Polícia preferiu não divulgar o nome do acusado. Ele foi identificado somente pelas iniciais F.N.S. O indivíduo se encontra preso na própria Delegacia regional de Miguel Alves aguardando ação judicial para ser transferido ao sistema prisional.

Edição: Viviane Menegazzo
Por: Lucas Albano | Portal ODia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.