Mãe de “Adrianinho” é encontrada morta na Zona Sul de Teresina

Maria de Nazaré Silva de Barros, a “Naza”

O corpo da senhora Maria de Nazaré Silva de Barros – 63 anos, foi encontrado nesse sábado (02), em avançado estado de decomposição em seu apartamento localizado no Residencial Torquato Neto, em Teresina.

Maria de Nazaré possuía várias passagens pela Justiça e era monitorada por tornozeleira eletrônica desde 2019. À época, ela havia sido condenada por tráfico de drogas e associação para este mesmo crime. Ela era bastante conhecida, pois era mãe de Adriano dos Santos Barros – o Adrianinho, que foi assassinado em dezembro de 2013. 

Apesar de Maria ter sido condenada a cumprir pena em regime fechado na Penitenciária Mista de Parnaíba – durante a pandemia de covid-19, a idosa foi beneficiada com prisão domiciliar e passou a ser monitorada pela Justiça através da tornozeleira eletrônica.

Segundo a polícia, a causa da morte pode ter sido natural. Ela morava sozinha no imóvel onde foi achada morta, por esse motivo, o corpo foi encontrado em estado de decomposição, pois somente após sentirem o mau cheiro do corpo que os vizinhos foram até o local e viram o cadáver da idosa.

O Instituto Médico Legal (IML), junto a Perícia Criminal da capital estiveram no local e realizaram os procedimentos cabíveis.

Por: Lucas Zadoque  | Portal Costa Norte