Mão Santa e mais três ex-governadores do Piauí deixarão de receber pensão vitalícia

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) invalidando o dispositivo da Constituição do Estado do Piauí que previa o pagamento de subsídio mensal e vitalício para ex-governadores atinge cinco pensionistas: os ex-governadores Freitas Neto, Mão Santa, Guilherme Melo e Hugo Napoleão e a ex-primeira-dama Maria Teresinha Nunes de Barros, viúva do ex-governador Helvídio Nunes.

A pensão de ex-governador do Piauí é de R$ 12.481,40 (doze mil quatrocentos e oitenta e um reais e quarenta centavos).

A economia anual será de R$ 811.291,00 (oitocentos e onze mil, duzentos e noventa e um reais).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *