MPF investiga recebimento indevido de salários por ex-professor da UFPI

O Ministério Público Federal (MPF), através do procurador Anderson Rocha Paiva, instaurou inquérito civil para investigar o pagamento indevido de salários pela Universidade Federal do Piauí (UFPI) ao servidor Alcenor Rodrigues Candeira Filho, cedido ao município de Parnaíba sem ônus para a instituição. A portaria de instauração foi publicada no dia 30 de novembro de 2020.

Alcenor Rodrigues Candeira Filho (Foto: Reprodução/WhatsApp)

O inquérito vai analisar o recebimento indevido e em duplicidade de salários durante os meses de abril e novembro de 2013 e no período de janeiro de 2014 a dezembro de 2016, quando Alcenor ocupava o cargo de professor do magistério superior na Fundação Universidade Federal do Piauí, mas que à época estava cedido à Prefeitura Municipal de Parnaíba para o exercício do cargo em comissão de secretário municipal da gestão.

O procurador considerou a representação noticiando o pagamento indevido e a necessidade do aprofundamento das investigações.

Alcenor Rodrigues Candeira Filho é escritor, professor, jornalista e advogado, ocupando atualmente a cadeira nº 19, da Academia Piauiense de Letras.

Outro lado

Procurado na noite desta segunda-feira (28), Alcenor Rodrigues Candeira Filho não foi localizado pelo GP1.

Por Gil Sobreira | GP1