Parnahyba perde mando de campo na Copa do Brasil

Uma notícia ruim pegou de surpresa a direção do Parnahyba nesta quarta-feira. O clube foi notificado de que não poderá mandar em casa o jogo contra o Coritiba, pela primeira fase da Copa do Brasil, por conta de uma punição pendente de 2016, última vez em que o Tubarão participou da competição. A diretoria ainda busca uma forma de resolver a situação, tentando se livrar da pena ou buscando novas opções para sediar o jogo.

Em 2016 o Parnahyba enfrentou a Portuguesa de Desportos pela primeira fase da Copa do Brasil. O Tubarão chegou a vencer a primeira partida por 2 a 1, mas foi derrotado no jogo de volta por 1 a 0 e deu adeus à competição. No entanto, quando jogou em casa, no estádio Pedro Alelaf, foi notificado em súmula que a torcida arremessou sinalizadores em direção ao campo, além de um drone que sobrevoou o campo de jogo. O caso foi levado ao STJD, onde o clube foi punido em mil reais de multa e perda de um mando de campo. O dinheiro foi pago, mas o mando de campo está sendo cobrado apenas agora, quando o time retornou ao torneio, já que em 2017 não conseguiu se classificar.

– É uma punição de 2016, pensei até que não existia mais. Estou ainda sem saber o que fazer. Fui comunicado agora – disse o presidente do Parnahyba, Batista Filho, no início da noite desta quarta.

O dirigente, no entanto, ainda não jogou a toalha. Batista espera se reunir com alguns advogados para analisar possibilidades jurídicas de manter o jogo no estádio Verdinho, onde estava inicialmente previsto.

– Vou fazer uma consulta com alguns advogados e ver o que pode ser feito – resumiu.

É no Verdinho que o Parnahyba começa a temporada no próximo domingo, quando recebe o Flamengo-PI pela primeira rodada do Campeonato Piauiense. O jogo contra o Coritiba, pela primeira fase da Copa do Brasil, está marcado para o dia 07 de fevereiro. Caso não consiga anular a punição, o Parnahyba precisa jogar a pelo menos 100 Km de distância, o que descarta a utilização do estádio Duduzão, em Luís Correia.

Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.