PM interdita festas e aglomerações em Barra Grande e Cajueiro da Praia

O secretário estadual de Saúde, Florentino Neto, e o promotor de Justiça de Luís Correia, Galeno Aristóteles Coelho de Sá, solicitaram ao comandante geral da Polícia Militar (PM), coronel Lindomar Castilho, interdição de estabelecimentos que tinham planejado e anunciado festas eventos com mais de 100 pessoas, limite estabelecido nos protocolos da Vigilância Sanitária para o combate à epidemia do novo coronavírus.

A Polícia Militar interditou as festas ficando nos bares, restaurantes e pousadas onde seriam realizadas.

“A utilização da força policial para garantir a interdição desses eventos se faz necessária tendo em vista serem flagrantes os anúncios e preparativos para a realização de eventos, de grandes proporções, nesta data e nos próximos dias, que trazem risco de proliferação do novo coronavírus”, afirmaram Galeno Aristóteles e Florentino Neto.

Meio Norte