Prefeitura de Ilha Grande poderá ter as contas bloqueadas

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) divulgou a relação de prefeituras que podem ter suas movimentações financeiras bloqueadas em razão do não envio das prestações de contas pelos ex-prefeitos, que findaram o mandato em 31 de dezembro do ano passado.

Ex-prefeito Herbert de Moraes

Dentre as prefeituras inadimplentes está a do Município de Ilha Grande, no norte do Piauí, onde o ex-gestor Herbert de Moraes e Silva deixou de prestar contas dos meses de novembro e dezembro de 2020.

As prestações de contas estão em atraso há mais de 60 dias, já que o prazo para entrega finalizou em março de 2021.

O auditor do TCE/PI, Vilmar Barros Miranda, comunicou a APPM que as contas do município poderão ser bloqueadas a qualquer momento por decisão monocrática do relator.

Herbert de Moraes e Silva deverá ser alvo de representação pelo Ministério Público e responder a uma ação civil de improbidade administrativa, podendo ter os direitos políticos suspensos por até 08 (oito) anos.

Outro lado

Procurado no final da manhã desta segunda-feira (31), o ex-prefeito Herbert de Moraes informou que não poderia atender naquele momento e pediu que retornasse a ligação posteriormente, no entanto, o celular agora encontra-se desligado.

Por Gil Sobreira | GP1