Procon notifica postos de Parnaíba por suposta cobrança abusiva de preço da gasolina

O Procon municipal de Parnaíba, cidade do litoral do Piauí, notificou os 40 postos de combustíveis da cidade para apurar uma suposta cobrança abusiva de preços. Enquanto em Teresina o litro da gasolina custa em média R$ 4,45, em Parnaíba o valor chega a R$ 4,85.

Nos postos onde o preço custa R$ 4,49 há filas de consumidores. Naqueles mais caros, as bombas estão vazias. “Vimos o valor mais baixo e viemos encher o tanque, porque a gasolina está custando ‘o olho da cara’”, disse a aposentada Suzete França.

Postos chegam a vender gasolina em Parnaíba custante até R$ 4,85. — Foto: Reprodução/TV Clube

O comerciante Luciano de Araújo viu no etanol a possibilidade de economizar. “Quando vou para Teresina, com álcool gasto R$ 160, se for gasolina dá mais de R$ 200. Mas se o álcool estiver custando mais de R$ 3,70 já não vale a pena”, contou.

Para tentar conter a cobrança abusiva de preços, o Procon notificou todos os postos e pediu que sejam enviadas ao órgão as notas fiscais de compras da gasolina junto às distribuidoras.

“Alguns postos dão descontos e outros não, não temos competência de tabelamento, mas com isso podemos fazer nosso trabalho de controle social, procurando maior transparência e dando uma resposta ao consumidor”, informou a secretária executiva do Procon, Rosângela Mourão.

Postos com menor preço registram longas filas em Parnaíba. — Foto: Reprodução/TV Clube

A apuração acontece porque muitas refinarias estão reduzindo o valor da gasolina, mas o desconto não chega ao consumidor. O presidente do sindicato dos postos de combustíveis, Alexandre Valença, informou que a ausência do desconto acontece por conta dos estoques nas distribuidoras e postos.

“Algumas distribuidoras ainda possuem estoques com preços mais altos e assim também nos postos, então não dá para repassar com menor valor”, disse ele.

G1 PI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.