Professora da UFPI vence prêmio nacional de educação

Uma experiência positiva na área da educação desenvolvida pela professora do curso de Pedagogia da UFPI, Hilda Mara Araújo, foi a vencedora do prêmio nacional promovido pela Fundação Carlos Chagas para valorizar projetos bem sucedidos na área de alfabetização de crianças. O projeto do Piauí concorreu com outras 91 iniciativas de todo o país, sendo que 10 delas foram considerados finalistas e somente três foram selecionados para a premiação. Uma dessas três é a da Universidade Federal do Piauí.

Foto: UFPI

O Programa de Educação Tutorial, coordenado pela professora Hilda, estimula os alunos do curso de Pedagogia a desenvolverem iniciativas na área de educação básica. No caso do projeto que levou o prêmio da Fundação Carlos Chagas, os professores trabalharam com duas escolas da zona rural de Teresina, onde havia sérios problemas de distorção idade/série – as escolas Santa Teresa e Nossa Senhora do Amparo. Lá, foi constatado que havia crianças com idades entre oito a dez anos que ainda não sabiam ler e escrever.

O projeto passou a adotar experiências lúdicas e participativas que despertassem o interesse das crianças para a prática de leitura e da escrita. Uma dessas atividades era elaborar uma receita de salada de frutas. Os alunos levavam as frutas colhidas no quintal de casa e eram estimulados a escrever os nomes dessas frutas, por meio de repetição, ditado e outras estratégias. Assim, brincando, eles despertavam o gosto pela leitura e sentiam a necessidade de ter o domínio sobre as palavras dos produtos que eram utilizados na atividade.

O Piauí mostra, mais uma vez, seu potencial criativo que leva a conquistas na área da educação. Quando mais crianças aprendem a ler e a escrever corretamente, o Estado todo sai ganhando. De parabéns, portanto, a professora Hilda, a Universidade Federal do Piauí e toda equipe do curso de Pedagogia.