Servidores estaduais que tomaram a 2º dose da vacina contra Covid retornarão ao trabalho presencial no Piauí

Os servidores públicos da rede estadual que já receberam a segunda dose da vacina contra a covid-19 deverão retornar as atividades presenciais no Piauí, conforme o decreto assinado pelo governador Wellington Dias (PT) e publicado no último domingo (27) no Diário Oficial.

Servidores vacinados contra a Covid-19 devem retornar ao trabalho presencial — Foto: Marcos Sandes/Prefeitura de Araguaína

Clique aqui e confira o decreto.

A decisão determina que os órgãos e entidades da administração pública voltem a funcionar na modalidade presencial, devendo observar todos os protocolos de prevenção e combate à covid-19, doença provocada pelo coronavírus.

Gestantes que já estejam afastadas não estão inclusas no decreto. O documento afirma ainda que a decisão vale para os servidores que já tomaram a segunda dose há mais de 21 dias.

“À exceção das servidoras afastadas por motivo de gestação, deverão retomar ao trabalho presencial os servidores que já tenham tomado, há mais de 21 dias a segunda dose da vacina contra a covid-19”, diz um trecho do decreto.

Outros pontos do decreto

O decreto assinado pelo governador Wellington Dias também permite o funcionamento de bares, restaurantes e supermercados até a meia-noite. Outro ponto novo no decreto é autorização para a realização de atividades artísticas, criativas e de espetáculos para eventos em cinemas, tetros, circos, casas de espetáculos, espaços de eventos, casas de shows e auditórios, em ambientes abertos e semiabertos, com público máximo de 100 pessoas, observando o distanciamento mínimo de 2 metros.

Como o funcionamento de bares foi estendido, Wellington Dias diminuiu o tempo do toque de recolher que passa a ser de 1h às 5h. Anteriormente era entre a meia-noite até às 5h. Essas medidas valem do dia 27 de junho ao dia 4 de julho.

Por: Nathalia Carvalho | GP1