Em rede social membro do PSL sugere que os dois vereadores do mesmo partido compraram votos

Nas redes sociais dois vereadores do PSL estão sendo acusados de compra de votos, por um membro do mesmo partido. Estevam Correia faz acusações sérias contra os dois vereadores, utilizando apelidos que sugerem ser os dois parlamentares que estão na Câmara de Parnaíba Joãozinho do Trânsito e Irmão Marquinhos, acusações que estão publicadas.

Estevam se refere aos vereadores como “Profetas” já que os mesmos têm nomes bíblicos, em uma das publicações ele afirma que os vereadores usaram recursos em troca de votos. O autor das acusações usa a seguinte narrativa contra um dos vereadores “KD a gasolina dos pastores, KD os 30, 000, 00 da muralha de GERICÓ” em outro trecho a seguinte acusação “Dizem que o falso profeta não declarou a gasolina (60.000) que teriam ganhado para distribuir para os pastores como também o poderio de som que recebeu” ironiza.

Quando Estevam se refere ao “Apóstolo João” ele o acusa de distribuição de CNH´s  em período de campanha, e que o resultado da eleição teria sido alterado em virtude dessa troca de “favores”. Nos dois casos existe uma ligeira assimilação entre os dois vereadores do PSL de Parnaíba. As palavras apontam para as atividades em que os dois desenvolvem e para o lado religioso.

Nossa reportagem entrou em contato com a Presidência do PSL, que disse desconhecer as acusações, porém, afirmou que internamente existem pendências entre os vereadores e o partido, sem entrar em detalhes, o presidente do partido Maksuel Brandão falou que dos dois vereadores, apenas um deles procurou o partido para resolver suas pendências internas.

Blog do Tiago Mendes