Disk Denúncia oferece R$1000 por informações de suspeito de estupro

A Polícia Civil do Rio procura nesta segunda-feira (30) seis homens acusados de envolvimento no estupro coletivo de uma adolescente de 16 anos, ocorrido no bairro de Jacarepaguá, zona oeste, na semana passada e divulgado em redes sociais. Eles são considerados foragidos. Ainda não se sabe quem participou do ato em si e quem o divulgou na internet.

Estão sendo procurados Sérgio Luiz da Silva Júnior, conhecido como Da Russa; Marcelo Miranda da Cruz Correa; Raphael Assis Duarte Belo; Michel Brasil da Silva; Lucas Perdomo Duarte Santos; e Raí de Souza.

Procurados pela policia (da esq. para a dir.): Sergio Luiz da Silva Junior, Marcelo Miranda da Cruz Correa, Raphael Assis Duarte Belo, Michel Brasil da Silva, Lucas Perdomo e Raí de Souza
Procurados pela policia (da esq. para a dir.): Sergio Luiz da Silva Junior, Marcelo Miranda da Cruz Correa, Raphael Assis Duarte Belo, Michel Brasil da Silva, Lucas Perdomo e Raí de Souza

Da Russa é apontado como chefe do tráfico do Morro da Barão, na Praça Seca, onde ocorreu o crime. O Disque Denúncia oferece R$ 1.000 para quem der informações sobre seu paradeiro. Santos tinha um relacionamento com a vítima.

Nesta manhã, agentes da Polícia Civil estiveram em favelas e bairros da região à procura dos seis, sem sucesso. A ação foi coordenada pela delegada Cristiana Onorato, da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV), e pelo diretor do Departamento Geral de Polícia Especializada, Ronaldo de Oliveira.

Em entrevista neste domingo (29), ao “Fantástico”, da TV Globo, a adolescente declarou que está recebendo ameaças pela internet e que se sentiu desrespeitada na delegacia onde prestou dois depoimentos.

“Quando vim à delegacia, não me senti à vontade em nenhum momento. Acho que é por isso que as mulheres não fazem denúncias”, disse a adolescente. Ao explicar o que aconteceu na delegacia, a jovem afirmou: “Tentaram me incriminar, como se eu tivesse culpa por ser estuprada”.

No mesmo dia, a família decidiu dispensar a advogada Eloísa Samy Santiago, que defendia a adolescente no caso. Ela será protegida pelo Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte, da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, em parceria com o governo federal.

Uol

Jovem de 16 anos é estuprada por mais de 30 homens covardes

Uma jovem de 16 anos vítima de um estupro prestou depoimento,  na quinta (26), na DRCI (Delegacia de Repressão a Crimes de Informática), da Polícia Civil do Rio.

O caso foi denunciado depois que dois homens que participaram do ato, postaram vídeos e fotos nas redes sociais / Reprodução O caso foi denunciado depois que dois homens que participaram do ato, postaram vídeos e fotos nas redes sociais
O caso foi denunciado depois que dois homens que participaram do ato, postaram vídeos e fotos nas redes sociais / Reprodução

Os policiais investigam a informação de que a adolescente teria sido estuprada por mais de 30 homens no morro da Barão, em Jacarepaguá, na zona oeste da capital. Ao jornal “O Globo” ela disse: “Quando acordei tinham 33 caras em cima de mim. Só quero ir para casa”.

Após o depoimento, a adolescente passou por exames em um hospital público, onde recebeu um coquetel de medicamentos para prevenir doenças sexualmente transmissíveis.

estupro

Nas redes sociais, circula um vídeo de menos de um minuto em que a vítima aparece nua, ferida e desacordada. Na gravação, um grupo de homens, em meio a risadas, toca nas partes íntimas da garota e diz que ela foi violentada por “mais de 30”. Em 2009, a lei 12.015 foi alterada e passou a considerar, além da conjunção carnal, atos libidinosos como crime de estupro.

“Essa daqui é a famosa ‘come rato’ da Barão”, diz um homem no vídeo, enquanto grava a menina inconsciente. “Mais de 30 engravidou [sic]”, diz outro homem, rindo. Ao menos três vozes masculinas podem ser ouvidas na gravação, debochando do estupro cometido.

Além do vídeo, também foram colocadas na internet fotos dos órgãos sexuais da jovem, com ferimentos visíveis. “Amassaram a mina, intendeu ou não intendeu [sic]? kkk”, escreveu no Twitter um homem, numa postagem com foto da vítima. Segundo a polícia, o vídeo foi gravado na noite do último sábado (21). A jovem estava desaparecida, mas foi encontrada por um agente comunitário e levada para casa nesta quarta (25).

A avó da jovem disse à FOLHA ter chorado após ver as gravações do crime que circularam pelas redes sociais.

Policiais já identificaram três homens que teriam participado do caso. Um deles seria morador da favela de Cidade de Deus e outro do bairro de Santa Cruz, ambos na zona oeste da cidade. O terceiro identificado teria sido responsável por postar o vídeo na rede social.

Responsável pelo caso, o delegado Alessandro Thies pediu que aqueles que tiverem qualquer informação que possa auxiliar na identificação dos autores entrem em contato pelo e-mail alessandrothiers@pcivil.rj.gov.br

Yahoo Notícias

Mãe confessa ter matado e enterrado filho que a estuprava

Uma lavradora de 52 anos procurou a Polícia Civil na noite desta terça-feira (12) para confessar que matou o próprio filho, queimou os ossos e enterrou os restos mortais no quintal de casa há quatro anos em Terra Roxa (SP).

Segundo a polícia, a mulher disse ter cometido o crime porque era constantemente estuprada pelo jovem de 24 anos. A mãe afirmou ainda que nunca foi registrado boletim de ocorrência sobre o desaparecimento do filho, porque ela contou a familiares que o rapaz estava viajando.

Mãe confessa ter matado e enterrado filho que a estuprava_01

Durante escavação, investigadores encontraram fragmentos de ossos e dois dentes humanos, além de pedaços de tecidos, que seriam das roupas usadas pelo rapaz. Os restos mortais foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) para análise.

O delegado Emerson Abade contou que a lavradora disse ter matado o filho com uma facada no pescoço dentro do banheiro, quando ele tentou estuprá-la. Em seguida, ela embalou o corpo em um cobertor e enterrou no quintal. Três meses depois, a mulher desenterrou e queimou os ossos também nos fundos da residência.

“Ela alegou que o filho praticava abusos sexuais contra ela, além de violência física. Então, não suportando mais essa situação, ela resolveu reagir a uma das investidas dele, que teria ocorrido no banheiro, conseguiu tomar a faca das mãos dele e golpeá-lo no pescoço”, afirmou.

Mãe confessa ter matado e enterrado filho que a estuprava_02

O delegado disse ainda que o jovem tinha antecedentes criminais e, de acordo com o relato da mãe, era usuário de drogas e misturava medicamentos controlados com bebidas alcoólicas, o que o deixava agressivo.

“Ela apresentava data específica para o crime, e as pessoas confirmaram que ele não foi mais visto depois disso. Nem mesmo os vizinhos sabiam que ele havia desaparecido. A versão que era apresentada é de que ele estaria ausente, fora do estado, e não havia retornado”, disse.

A lavradora não foi presa porque não houve flagrante do crime que, segundo ela, ocorreu em maio de 2012. A Polícia Civil aguarda o resultado do exame necroscópico dos ossos encontrados e passará a ouvir o depoimento de familiares e vizinhos nos próximos dias.

“Nós dependemos de um exame de DNA, que vai dizer especificamente se aqueles fragmentos de ossos são do rapaz desaparecido. A partir do material de um familiar, nós vamos confrontar com o material genético que existe principalmente nos dentes que foram encontrados”, explicou o delegado.

Com informações da G1

Criança de 6 anos é estuprada, esganada e agredida até defecar

Um homem identificado apenas como Marilso Seixas da Silva, de 42 anos, foi preso acusado de estuprar e agredir uma criança de apenas 6 anos de idade. O crime aconteceu no domingo (06/12), na cidade de Manaus, no estado do Amazonas.Criança de 6 anos é estuprada, esganada e agredida até defecar

De acordo com informações da polícia, a criança e um irmão, de apenas 13 anos, foram para a casa do suspeito que inventou que iria ‘cortar o cabelo’ de ambos. Ao perceber que o homem, que é vizinho deles, estava sob efeito de bebida alcoólica, o adolescente empreendeu fuga e deixou o irmão para trás.

Ao chegar em casa foi questionado sobre o que havia acontecido e acabou confessando tudo. Em seguida, ele e sua mãe, nome não divulgado, se deslocaram até a residencia do acusado, onde encontraram a criança com sinais de agressão, marcas de esganamento no pescoço e estupro.

Além disso, segundo a polícia, perceberam que ela havia defecado por ter o esfíncter dilacerado pela violência sexual. Marilso foi preso pelos policiais da 8ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) de Manaus e deve responder pelos crimes de estupro de vulnerável e tentativa de homicídio.

Com informações do Portaldoholanda

Garota com problemas mentais é estuprada por quatro adolescentes

Quatro adolescentes de 17 anos foram apreendidos acusados de estuprar duas meninas com idade de 12 e 13 anos, no bairro Ouro Verde, na cidade de Manaus, no estado do Amazonas.estupro

De acordo com informações da Polícia Militar, uma das vítimas, de apenas 12 anos, sofre de problemas mentais. Ela passou por exame no Instituto Médico Legal (IML), onde ficou comprovado os abuso sexual praticado pelos quatro menores, sendo que somente três foram capturados, já que um não foi localizado.

Uma das jovens foi sodomizada ( Fazer sexo anal com a pessoa, quer ela queira ou não, seja do sexo masculino ou feminino) pelo grupo que encontra-se na Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai).

Com informações do Portaldoholanda

VÍDEO: monstro que estuprou Maísa em Urbano Santos está com ‘medinho’ dos presos de Pedrinhas

estuprador_01Preso e apresentado na tarde desta quarta-feira (25) à justiça, José Ribamar dos Santos Portácio, de 26 anos confessou ser o autor do estupro e morte da pequena Maísa Moreno, de seis anos, na zona rural da cidade de Urbano Santos, no último fim de semana.

‘Guiguinê’, como é conhecido o criminoso, contou friamente à polícia que estava bêbado quando levou a garota para matagal no sábado à noite para cometer a barbárie. A criança ainda foi encontrada com vida, agonizando no domingo de manhã.

Depois de deixar a menina a noite inteira em estado de choque, agora, o criminoso confesso disse que está com medo dos presos do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, para onde foi transportado.

José Ribamar já tem passagens pela polícia e é suspeito de ter cometido outros crimes similares, além de roubos e tráfico de drogas.

Veja as imagens do monstro estuprador exibidas hoje pela TV Mirante:

Blog do Minard

A CARA DO TERROR: Homem que estuprou e matou a menina Maísa em Urbano Santos confessa crime e conta detalhes

A policia civil do estado do Maranhão apresentou na tarde desta quarta-feira na sede da secretaria de segurança pública, José Ribamar dos Santos Protzázio, o “Guiguinê, de 26 anos. O acusado confessou ter estuprado e matado a menina de seis anos e revelou que estava bêbado no momento.

José Ribamar dos Santos Protázio será apresentado na SSP
José Ribamar dos Santos Protázio será apresentado na SSP

Guiguinê se mostrou frio durante toda a apresentação e apenas disse ter medo de ficar com outros presos em Pedrinhas.

Nos detalhes revelados, a polícia informou que José Ribamar estava bebendo com uma turma de amigos e disse que iria sair pois estava sentido fortes dores de dente, foi quando encontrou Maísa sozinha brincando na porta de casa e a levou para o matagal.suspeito_crianca

A superitendência de policia civil do interior disse ainda que contra o acusado existem outros envolvimentos em casos de estupros que já estão sendo investigados.

Além do acusado, outras pessoas foram presas em Urbano Santos acusados de atarem fogo no Fórum e na delegacia da cidade, além de terem roubado uma arma de dentro do Fórum.

Um radialista e blogueiro identificado como Franklin também foi arrolado nas acusações. Pesa contra ele indícios de que ele seja todo o mentor dos crimes contra o patrimônio público.estuprador

Várias pessoas também foram encaminhadas para Pedrinhas pelo fato de terem jogado pedras em policiais da cidade.

Blog do Luís Cardoso

Menina de seis anos morre após ser estuprada

A população do município de Urbano Santos, a 240 quilômetros de Teresina, depois de Coelho Neto, no Maranhão, está perplexa com um ato de barbárie praticado contra uma menina de apenas 6 anos: Maisa Moreno da Silva estava em casa, no povoado Queimadas, com as avós e outras crianças, no último sábado à noite, quando de repente desapareceu.

Maisa Moreno da Silva foi morta em Urbano Santos
Maisa Moreno da Silva foi morta em Urbano Santos

Ela só foi encontrada no dia seguinte, domingo passado (22), por volta das 10 horas da manhã, ensanguentada e com a respiração ofegante, por três crianças que procuravam castanha de caju num matagal. As crianças alarmaram e a menina foi levada para o hospital local e morreu logo em seguida.

A perícia constatou que a garota morreu em consequência da violência sexual. Ela estava cheia de hematomas e tinha sinais de esganamento. A população de Urbano Santos está em peso à procura do monstro que matou a menina. Existem sete suspeitos. Um tio dela está oferecendo R$ 5 mil para quem informar uma pista concreta do criminoso.

Por: Feitosa Costa do GP1

Estupradores viram “mulher de malandro” dentro das cadeias

Em 2014, ocorreram cerca de 143 mil estupros no país, de acordo com levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, sendo que apenas 50.320 foram registrados. A recepção de um estuprador não é amigável em lugar nenhum.4 Estupradores

É muito triste e traumático para as vítimas de estupro conseguirem falar sobre o assunto, pois é uma violação do corpo e da honra. Infelizmente nossa cultura machista faz com que a culpa da prática não consensual do sexo seja da mulher. Por isso, muitas vítimas se calam, sofrem em silêncio.2 Estupradores

Os estupradores quando são presos, começam a ter uma recepção bem violenta dentro dos presídios. Os maníacos sexuais em grande parte são torturados e estuprados por presos, apanham muitos. Muitas vezes são obrigados a mentir sobre o crime que cometeram, ou seja, não podem dizer que são estuporadores.1 Estupradores

Os próprios apenados fazem questão de espancar, torturar e estuprar os pedófilos e estupradores.

Blog da Riquinha

Homem de 45 anos é preso acusado de ter estuprado uma menina de 12 anos

Um homem de 45 anos foi preso por volta das 19h deste sábado (07/11), no Bairro Nossa Senhora de Fátima, em Parnaíba, por uma guarnição comanda pelo cabo Luís Pereira, acusado de ter estuprado uma menina de 12 anos de idade. O homem acusado foi identificado pelo nome de Francisco Arnaldo dos Santos Silva.

Francisco Arnaldo Foi preso acusado de estupro pela mãe da vítima, uma irmã do preso afirmou ser armação por ciúmes.
Francisco Arnaldo Foi preso acusado de estupro pela mãe da vítima, uma irmã do preso afirmou ser armação por ciúmes.

A mãe da vítima, identificada pelo nome de Darla Beviláqua foi quem fez a denúncia de que o estupro teria ocorrido no Mercado de Fátima, onde a mesma tem um bar. A irmã do acusado, a Raimunda Silva, disse que tudo é uma armação e que Darla é apaixonada por Francisco Arnaldo e estar com ciúmes da filha. Disse ainda que a menina é quem seduzia seu irmão. Raimunda afirmou conhecer Darla por também ter um bar no mesmo mercado.

Darla informou que não sabia que sua filha matinha há dois meses um relacionamento amoroso com Francisco e já teve relações sexuais com ele. Segundo a polícia, a prisão de Francisco Arnaldo desagradou a adolescente, que reclamou. O caso foi levado para a Central de Flagrantes.

O Conselho Tutelar foi acionado para acompanhar o depoimento da adolescente. Segundo o delegado Rodrigo Mello, será feito o exame comprobatório, mas o homem deverá ser autuado por estupro de vulnerável, mesmo que seja comprovado que foi a adolescente quem persuadiu o acusado.

Daniel Santos | Proparnaiba