Menino autista é amarrado com fita em cadeira dentro de Apae e gera revolta

Um adolescente autista de 14 anos teve o braço amarrado com fita adesiva em uma cadeira de rodas na Associação Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), em Araraquara (SP), na tarde de quarta-feira (26).

De acordo com a mãe do adolescente, um professor da instituição amarrou o menino para evitar que ele se machucasse enquanto batia a mão no nariz. A Apae informou que o caso é isolado e que iniciou uma investigação interna para apurar o ocorrido.

“Em nota, a Apae de Araraquara, relata que há 60 anos desempenha um trabalho de qualidade, sério, digno e de cuidados extremos a seus assistidos. Conta ainda com uma equipe multidisciplinar com profissionais bem capacitados em áreas de atuação. Informa que, nesta data, fora iniciado um trabalho interno para apurar o fato ocorrido, bem como os responsáveis envolvidos, sendo que os mesmos serão sancionados observando os princípios legais e o respeito à dignidade da pessoa humana”, diz trecho da nota divulgada. Continue lendo “Menino autista é amarrado com fita em cadeira dentro de Apae e gera revolta”